A próxima cerimónia dos Óscares não será virtual.

"A cerimónia televisiva dos Óscares com público vai acontecer", garantiram fonte oficial da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e o canal ABC à publicação especializada Variety.

Por causa da pandemia que adiou as estreias de filmes, fechou cinemas e parou produções, a cerimónia de 2021 foi adiada dois meses, de 28 de fevereiro para 25 de abril.

Segundo a Variety, adiada a pressão para a primavera, agora a prioridade dos organizadores é que o evento continue a ser ao vivo e em direto.

Um publicista especializado na temporada de prémios que costuma trabalhar com os estúdios revelou à Variety que os responsáveis da Academia estiveram recente no Dolby Theatre de Los Angeles, onde se realiza a cerimónia, "para ver todas as opções disponíveis", uma vez que a sala tem 3400 lugares.

Além do adiamento da data da cerimónia, o Conselho de Governadores da Academia também permitirá a título excecional que possam concorrer filmes lançados digitalmente que já tivessem planeado uma estreia nos cinemas afetada pela pandemia.

Foi ainda alargado o espaço temporal dos filmes que podem ser candidatos: serão elegíveis todos os que estrearem entre 1 de janeiro de 2020 e 28 de fevereiro de 2021.

A última vez em que se juntaram dois anos foi em 1932-1933.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.