No leilão, realizado em Compiègne, no norte da França, a obra a sanguínea - feita com giz vermelho - entre 1630 e 1640, foi a leilão com uma estimativa entre os 30.000 e os 50.000 euros, e acabou por atingir 1,3 milhões de euros, sendo vendida por um preço total de 1.937.500 euros, com impostos.

Gian Lorenzo Bernini (1598-1680), conhecido por Le Bernin, celebrizou-se, entre outras obras, pelas estátuas da fonte da Praça Navone, no centro de Roma, em Itália.

"O recorde mundial por um desenho de Le Bernin [de 139.000 euros, em 2014] foi destronado. Estamos muito satisfeitos por ter revelado uma obra de arte valiosa", comentou à agência France Presse Dominique Le Coënt, da leiloeira.

A identidade do comprador não foi revelada, mas Le Coënt indicou que se trata de um anglo-saxónico, "portanto [a obra] deverá sair de França".

O desenho, num estilo académico, que representa um homem sentado num cenário com plantas, "é uma expressão típica da arte barroca e do génio do escultor Bernin", descreveu.

Só é conhecida a existência de mais sete desenhos semelhantes, pertencentes a coleções de museus e de outras instituições, entre eles a Galleria degli Uffizi, em Florença, um dos mais importantes museus do mundo.

A venda foi feita através de um leilão ‘online’, com grande interesse de colecionadores estrangeiros.

Descoberto numa propriedade em Compiègne, o desenho foi inicialmente atribuído ao escultor francês Pierre Puget, mas depois autenticado pelos especialistas como uma obra do artista italiano.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.