Na sua conta no Instagram, Agir partilhou este fim de semana uma mensagem de ódio que recebeu. No texto enviado ao cantor, alguém que se apresenta como José Estaline sublinha que ""alguém que mutila gratuitamente o corpo só pode sofrer de algum tipo de distúrbio mental".

"Não pode fazer parte da raça humana e merece ser tratado como tal", pode ler-se na mensagem.

Nas redes sociais, o artista partilhou um print da mensagem e respondeu ao ataque. "Ao trabalho que esta gente se dá. Fazer um perfil falso para dizer disparates destes. Tempo livre a mais, certamente", escreveu.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.