No arranque da final do Festival da Canção, Filomena Cautela, Vasco Palmeirim e Inês Lopes Gonçalves recordaram alguns dos momentos mais marcantes da história mundial que a RTP1 noticiou.

Antes das atuações, os apresentadores homenagearam a Ucrânia e relembraram que Salvador Sobral venceu o concurso em 2017, em Kyiv. "O país que hoje está a ser destruído foi o lugar onde escrevemos a página mais bonita da nossa história no Festival da Eurovisão", frisou Filomena Cautela.

"Foi há cinco anos com esta canção ['Amar Pelos Dois'], que Portugal e a Ucrânia ficaram para sempre unidos na nossa memória", acrescentou o apresentador. "É uma memória que não se apaga. A música e a arte serão sempre resistência", rematou Inês Lopes Gonçalves.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.