"El buen patrón", do realizador Fernando León de Aranoa e com Javier Bardem descrito como "em estado de graça" pelo jornal El País como protagonista, recebeu 20 nomeações e é o grande favorito para os Prémios Goya do cinema espanhol, que serão entregues a 12 de fevereiro.

Nomeado por Espanha para a candidatura ao Óscar de Melhor Filme Internacional, a comédia, que narra a vida de Julio Blanco, um patrão charmoso e manipulador interpretado por Bardem, é o filme com mais nomeações na história dos Goya, ao superar as 19 de "Dias Contados", de Imanol Uribe (1994).

"El buen patrón" competirá por exemplo nas categorias de Melhor Filme, Realização (Fernando León de Aranoa), Argumento Original e Fotografia.

Mas para chegar ao número recorde de nomeações, destacam-se as sete conseguidas nas categorias de interpretação: Ator (Javier Bardem), Ator Secundário (Fernando Albizu, Celso Bugallo, Manolo Solo), Atriz Secundária (Sonia Almarcha), Revelação Masculina (Óscar de la Fuente) e Revelação Feminina (Almudena Amor).

Maixabel

"Maixabel", drama do realizador Icíar Bollaín sobre o encontro entre a viúva de um político assassinado e dois ex-membros arrependidos da organização separatista armada basca ETA, recebeu 14 indicações, incluindo Melhor Filme, Realização, Atriz (Clara Portillo) e Ator (Luis Tosar).

"Mães Paralelas", de Pedro Almodóvar, recebeu oito nomeações, incluindo filme e atriz para Penélope Cruz, que venceu o prémio de interpretação feminina por este papel no Festival de Veneza. É um regresso do realizador aos prémio dois anos depois do trunfo com "Dor e Glória".

Além das produções com mais nomeações, as outros que disputarão a estatueta de Melhor Filme são "Libertad", de Clara Roquet, e "Mediterráneo", de Marcel Barrena.

Aquando do anúncio das nomeações, apenas "Mães Paralelas" tem estreia confirmada nos cinemas portugueses, já esta quarta-feira, 1 de dezembro.

Entre as nomeações noutras categorias entretanto conhecidas, destaque para a presença de "The Monkey" para Melhor Curta-Metragem de Animação: realizada pelo italiano Lorenzo Degl'Innocenti e o espanhol Xosé Zapata, a curta de 17 minutos é uma co-produção maioritária portuguesa, através da produtora Sardinha em Lata.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.