"King Richard: Para Além do Jogo" narra a ascensão improvável de Serena e Venus Williams, que deixaram de treinar em courts de ténis em ruínas na periferia pobre de Los Angeles para se tornarem as maiores atletas de todos os tempos.

O filme chega aos cinemas esta quinta-feira e, em breve, também se pode tornar um marco noutra jornada que parecia improvável: a da estrela de "O Príncipe de Bel-Air", Will Smith, ter a oportunidade de ganhar o seu primeiro Óscar (como Melhor Ator) pelo papel de pai, treinador e empresário das jogadoras de ténis.

Will Smith "apaixonou-se por Richard Williams" há duas décadas, depois de vê-lo defender a sua filha Venus, então com 14 anos, numa entrevista com um jornalista muito insistente.

"A expressão de Venus [...] essa imagem ficou gravada no meu coração. Porque é assim que eu queria que a expressão da minha filha ficasse quando ela me visse defendê-la", disse o ator numa conferência de imprensa online.

"Queria mostrar ao mundo um pai que protege dessa forma a sua filha", acrescentou Will Smith, que protagoniza e produziu o filme do estúdio Warner Bros que se foca em como a família do bairro pobre e predominantemente negro de Compton forjou o seu futuro sucesso.

Richard Williams, um treinador autodidata, escreveu um plano de 78 páginas para tornar Venus e Serena as melhores jogadoras do mundo, mesmo antes de nascerem, depois de saber como os prémios eram lucrativos.

Venus - cujos sete títulos de Grand Slam seriam mais tarde eclipsados pelos 23 de Serena - ocupa mais tempo no ecrã, enquanto pavimentou o caminho para a sua irmã mais nova com as suas primeiras vitórias em torneios juvenis.

“Adoro que Venus tenha aberto portas e a sua irmã tenha passado por elas”, disse Saniyya Sidney, que interpreta Venus, à France-Presse (AFP).

Crescer a ver "miúdas que se parecem comigo num desporto predominantemente branco significa muito", disse Sidney.

"King Richard: Para Além do Jogo" segue os esforços de Richard para encontrar um treinador profissional para as suas filhas nos clubes de ténis da Califórnia e como ele inicialmente enfrentou a rejeição, o ridículo e o racismo.

Durante 14 anos, a família Williams boicotaria o prestigioso torneio de ténis Indian Wells na Califórnia, após vaias que Richard chamou de racista e que Serena mais tarde comparou a um “linchamento de gente refinada”.

Serena, cujo temperamento impetuoso às vezes entra em conflito com as autoridades desportivas, foi proibida de usar leggings justas inspiradas no filme "Black Panther" em 2018.

"Até hoje, a indústria do ténis continua a tentar monitorizar o quão criativas elas são, tentando monitorizar a sua genialidade, e não foi capaz de fazer isso", disse à AFP Aunjanue Ellis, que interpreta a sua mãe e parceira de treino, Oracene.

"Leão"

O realizador Reinaldo Marcus Green com Will Smith

Para Will Smith - pai de três filhos - ver Richard Williams a proteger as suas filhas anos antes ajudou a moldar o seu desempenho.

“Era como se [Venus] tivesse um leão. E ela estava muito confortável e muito certa de que o seu leão não permitiria que nada acontecesse com ela”, lembra.

Embora Venus e Serena, além de duas das suas meio-irmãs, estejam envolvidas no filme, Richard não participou, e o retrato em grande parte positivo do filme também sugere infidelidade conjugal.

Os cineastas originalmente planearam dar a Smith maquilhagem de efeitos especiais para se parecer com Williams Sr., mas eventualmente confiaram no ator para transformar a perceção do público.

Agora, Will Smith é o favorito das casas de apostas para ganhar o Óscar de Melhor Ator no fim de março de 2022, depois de ter perdido a estatueta dourada pela sua interpretação do pugilista Muhammad Ali, em "Ali" (2001), e por "Em Busca da Felicidade" (2006).

TRAILER "KING RICHARD: PARA ALÉM DO JOGO".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.