Mais de três mil programas e cerca de 2500 entrevistas depois, Ellen DeGeneres decidiu fechar as portas do seu talk show, revelou ao The Hollywood Reporter. A próxima temporada, a décima nona, será a última do programa que está no ar desde 2003.

Segundo a publicação, a  decisão foi tomada pela apresentadora, que já estaria a ponderar terminar com o talk show há vários anos. Ellen DeGeneres comunicou a sua decisão à equipa esta segunda-feira, dia 11 de maio, e deverá revelar mais detalhes esta quinta-feira, em conversa com Oprah Winfrey.

Ellen DeGeneres assusta Billie Eilish com sósia de Justin Bieber

"Quando és uma pessoa criativa, precisas ser constantemente desafiada", frisou a humorista ao The Hollywood Reporter. "Por muito bom que este programa seja, por mais divertido que seja, já não é um desafio", disse ainda.

"Preciso de algo novo para me desafiar", acrescentou Ellen em entrevista exclusiva à publicação, revelando que ainda não tem planos para projetos no futuro. "Tenho pensado sobre isso. Tenho algumas ideias", contou.

Em entrevista, a apresentadora e humorista confessa que não vai sentir falta de ser penteada e maquilhada todos os dias. "Não sou alguém que adora sentar-se numa cadeira para isso", gracejou. "Vou sentir falta de tudo o resto. Esta é a minha família. Eles tornaram-se nos meus melhores amigos. Venho trabalhar e rio-me todos os dias", sublinhou.

2007

Ellen DeGeneres é uma das apresentadoras de um dos talk show mais populares em todo o mundo desde 2003. Antes de se sentar no sofá para conversar com estrelas de Hollywood, a norte-americana foi a protagonista das séries de humor "Ellen", entre 1994 e 1998, e "The Ellen Show", entre 2001 e 2002, na primeira das quais assumiu a homossexualidade da personagem ao mesmo tempo que assumiu publicamente a sua opção sexual, num ato marcante na defesa da comunidade LGBTQ.

No cinema, Ellen DeGeneres destacou-se como protagonista na comédia romântica "Mulher Sofre" (1996), tendo participado também "EDTv" ou "Carta de Amor", ambos de 1999. Mas a sua prestação mais célebre no grande ecrã foi vocal: é ela a voz de Dory. A apresentadora de 60 anos foi ainda anfitriã dos Óscares duas vezes (2007 e 2014).

Em 2018, depois de um hiato de 15 anos, a humorista voltou aos palcos com espetáculo de stand-up "Relatable", disponível na Netflix.

No vídeo promocional do especial de comédia do serviço de streaming, Ellen relembrou que esteve três anos afastada do pequeno ecrã. "Perdi a minha comédia na televisão quando me assumi e precisei de três anos para voltar à televisão. Um gestor de uma estação disse-me: ninguém vai querer ver uma lésbica durante o dia. Eu disse: 'também não me viam durante a noite. Que a hora do dia é boa para uma lésbica?", contou a humorista.

Recentemente, a apresentadora estreou "Ellen’s Next Great Designer", na HBO Max.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.