O ONSeries Lisboa, dedicado à promoção do audiovisual português, que termina hoje no Centro Cultural de Belém, organizou um concurso de apoio financeiro, em parceria com a RTP e SIC, para o desenvolvimento de projetos de "vocação internacional", com ligação, técnica ou criativa, com Portugal ou com a cultura lusófona.

Dos 44 projetos submetidos a concurso, tinham sido selecionados seis propostas finalistas, das quais um júri escolheu hoje dois: o projeto brasileiro "Desassossego", da Formiga Filmes, e o português "Waterline", da produtora Bro Cinema.

"Desassossego" terá um contrato de desenvolvimento com a RTP, avaliado em 15.000 euros, e "Waterline" terá um contrato semelhante com a SIC, no valor de 10.000 euros.

Na apresentação pública dos projetos, realizada hoje no ONSeries, a produtora brasileira Martina Rupp explicou que "Desassossego" é uma série distópica de oito episódios ambientada em Lisboa, tendo como pano de fundo a fama e a gentrificação da cidade.

Com um orçamento de 4,8 milhões de euros, a produtora tem o guião pronto do primeiro episódio e procura financiamento e parcerias em território português.

"Waterline", produzido pela Bro Cinema e apresentado por Luís Campos, é um projeto de um thriller de oito episódios inspirado em factos reais sobre patrulha e monitorização marítima e combate ao tráfico de droga.

O projeto é uma ideia de Mário Patrocínio e Thaís Tavares e tem um orçamento de oito milhões de euros.

Os restantes projetos a concurso eram "Europol", da Oble (França), "Boa", pela Take it Easy Films, "O último lobo", da Caracol Studios, e "Sem filtro", da produtora The Board.

O júri de seleção integrou Solange Cruz (diretora executiva da produtora Casablanca), Alberto Domínguez (consultor em financiamento audiovisual), Vanessa Tierno (SIC) e João Barrigana e Telmo Francisco (ambos da RTP).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.