A Netflix anunciou este domingo que o seu serviço de streaming vai parar na Rússia por causa da guerra na Ucrânia.

"Dadas as circunstâncias no terreno, decidimos suspender o nosso serviço na Rússia", confirmou a plataforma em comunicado.

Não é claro se os clientes vão ser apenas suspensos ou completamente removidos da contagem oficial da Netflix, mas o impacto não é significativo: com menos de um milhão de subscritores no total de 221,8 milhões (dados de 31 de dezembro), a audiência russa tem muito menos peso do que noutros mercados.

A 3 de março, a empresa já anunciara a suspensão da produção de séries originais russas e novas aquisições de filmes e séries locais, travando a fundo uma estratégia de rápida expansão com menos de dois anos para aumentar a presença num mercado com um potencial à volta dos 100 milhões de consumidores.

A Netflix também tinha indicado que não iria cumprir uma lei aprovada no ano passado que a forçava a oferecer 20 canais estatais do país na plataforma, acusados de serem de propaganda.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.