Sara Sousa Pinto e Nuno Eiró vão ser os protagonistas de "Esta Manhã", novo programa da TVI. O formato, que também vai contar com Pedro Carvalhas e Iva Domingues estreia-se na próxima segunda-feira, dia 1 de fevereiro, anunciou Cristina Ferreira, diretora de entretenimento e ficção, e Anselmo Crespo, diretor de informação, em conferência de imprensa via Zoom.

A jornalista Susana Pinto também terá uma rubrica no novo formato da estação de Queluz de Baixo. Em "Esta Manhã", a jornalista vai viajar "de norte a sul e pelas ilhas" para dar a conhecer Portugal. Já Iva Domingues será responsável pelo segmento dedicado às notícias relacionadas com o mundo de entretenimento.

No programa, Pedro Carvalhas vai conduzir os blocos informativos com as notícias que marcam a atualidade. Segundo Anselmo Crespo, "Esta Manhã" vai contar com "as notícias do dia a dia" e com informações úteis para a vida dos espectadores. "Será informativo e útil", frisou o diretor de informação da TVI.

No início de janeiro, em conversa com os jornalistas, Nuno Eiró revelou que tomou aceitou o convite rapidamente. "Conversámos, pensámos nas coisas, tomámos decisões e depois houve um tempo de respeito - respeito por nós e pelas pessoas com quem trabalhamos, seja na casa a que agora volto, seja a casa onde estava a trabalhar. Foi uma questão de dar tempo ao tempo", frisou.

"O momento em que o convidei, era o momento em que ele queria novos desafios, que queria abraçar tudo isto. Foi bom para os dois", acrescentou Cristina Ferreira, sublinhando que o amigo e colega tem um "ADN muito TVI": "Ouvi durante muito tempo, mesmo quando estava na SIC, que o Nuno era um rosto TVI. Era uma pena o Nuno não estar num canal generalista, num formato em que tivesse o contacto com o grande público".

Para o Nuno Eiró, o novo desafio na estação de Queluz de Baixo é o realizar de um sonho. "O maior desafio é quando nos propõem fazer aquilo que queremos (...) A partir daqui não há desculpas. Essa é a responsabilidade maior: eu pedi", contou o apresentador. "Não houve conversa de convencer, a Cristina é absolutamente pragmática, com ela não há cinzentos. Não é uma questão de queres ou não queres é mais: 'é isto... ou vamos a jogo ou não vamos a jogo'", explicou.

"Estamos todos muito entusiasmados [com o novo programa]", confessou Nuno Eiró. "Eu não sou jornalista, não quero ser jornalista e continuo a ser um apresentador, mas tenho estas valências", frisou, advogando que "o infotainment já existe há 50 anos, mas em Portugal ainda não conseguimos fazer".

Para Cristina Ferreira, a TVI é a estação que, "desde sempre, teve a melhor fusão entre entretenimento e informação". "Nós somos a estação com galas em que havia partilha entre informação e entretenimento e que não se via na altura. Somos a estação que nunca teve medo de juntar as duas direções, ninguém tem medo do ridículo nem da brincadeira que se possa fazer entre as duas coisas. Não se é menor por ser apresentar um programa de entretenimento, nem se é maior por se ser pivô de informação. Estamos lado a lado e é isso que vamos continuar a fazer", defendeu.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.