A Nielsen Media Research – que realiza análises de audiência – disse que o evento que premeia a melhor produção televisiva, onde “Ted Lasso” foi eleita melhor série de comédia e “Succession” melhor série dramática, ficou abaixo dos 7,4 milhões de espectadores do ano passado.

A maior quebra de espectadores dos Emmys, de 6,4 milhões, havia sido estabelecida em 2020, com a primeira cerimónia virtual da era COVID-19 na estação de televisão ABC.

As audiências dos Emmys estão em queda constante desde que os prémios começaram a ser dominados programas de cabo e serviços de streaming.

Com tanta oferta, há menos produções que atraem as grandes audiências do passado nos Estados Unidos, quando a televisão em sinal aberto dominava.

A última vez que os Emmys ultrapassaram os 10 milhões de espectadores foi em 2018, quando atingiram uma audiência de 10,2 milhões.

A cerimónia teve 21,8 milhões de espectadores em 2000, um nível difícil de atingir novamente.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.