Durante mais de 20 anos, Dalila Carmo foi uma das principais caras da ficção da TVI. No final de 2020, o contrato de exclusividade da atriz com a estação de Queluz de Baixo chegou ao fim.

Em entrevista ao podcast "A Beleza das Pequenas Coisas", do jornal Expresso, Dalila Carmo defendeu que há grandes desigualdades entre homens e mulheres na indústria do entretenimento. "As oportunidades são desiguais. Ser mulher nesta indústria é lixado. Um homem da minha faixa etária não seria dispensado à mesma velocidade. O paradigma está a mudar, mas vão ser décadas até que o próprio público esteja aberto às minorias e a mulheres com rugas, gordas e sem botox", frisou.

"João César Monteiro tinha uma frase em que dizia: ‘Não são vocês que me expulsam, sou eu que me vou embora.’ É o momento para criar as minhas próprias oportunidades", sublinhou Dalila Carmo sobre a sua saída da TVI, acrescentando que sente que fez "novelas a mais".

"Sinto que me deixei ir um bocadinho ao sabor do vento, em vez de provocar na minha vida profissional aquilo que eu queria realmente que acontecesse. Fui menos estratega, sim (...) Os balanços são cada vez mais dolorosos com o passar dos anos. Porque deixamos de ter tanto tempo", confessou em entrevista ao podcast "A Beleza das Pequenas Coisas".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.