Cristina Ferreira a caminho de Belém? "Não me imaginava, nunca me passou pela cabeça até ao momento em que as pessoas me começaram a dizer que isso poderia acontecer", respondeu a apresentadora em entrevista à revista Visão, no início de 2020.

Esta segunda-feira, dia 24 de fevereiro, o  jornal Correio da Manhã publicou uma sondagem, realizada pela Intercampus, e que incluí a apresentadora como uma das possíveis candidatas nas próximas eleições presidenciais, em 2021.

De acordo com os dados, se as eleições fossem hoje, Cristina Ferreira conseguira 2,4,% dos votos, ficando atrás de Marcelo Rebelo de Sousa (58,5%), André Ventura (9,3%), Ana Gomes (8,8%), Marisa Matias (4,6%) e Jerónimo de Sousa (2,6%).

Na sua passagem pelo "5 para a meia-noite", a apresentadora frisou que ainda não assumiu a candidatura. "Não, não assumi candidatura nenhuma como deves calcular. Aliás, se isto é assim quando eu digo apenas que há a possibilidade... imaginem no dia em que eu vier a assumir, se isso acontecer. Eu acho, acima de tudo, que não é preciso um cargo político, para ser política diariamente. E eu faço-o diariamente. Só não tenho o cargo", frisou Cristina Ferreira.

"Ganhavas [se fosses candidata]?", perguntou ainda Filomena Cautela. "Raramente me meto nalguma coisa para perder", respondeu a apresentadora da SIC.

"Durante algum tempo achei que isso passaria pelas autarquias e por fazer alguma coisa pela minha Malveira", acrescenta, explicando que não tem "capacidade" para ser primeira-ministra. "Se um dia me perguntasses ‘Chegarias a primeira-ministra?’, eu respondia imediatamente que não tenho qualquer tipo de capacidade para que isso possa acontecer", frisou, em janeiro, à Visão.

"Agora, representar todos os portugueses? Acho que um dia o poderia fazer, que me iria preparar e que não iria falhar", sublinha a apresentadora da SIC em entrevista à revista.

Esta não foi a primeira vez que Cristina Ferreira falou sobre a possibilidade de um dia entrar no mundo da política. Durante a conversa uma entrevista no canal 11, Iva Domingues quis saber se apresentadora encontrava "razões para se candidatar à  Presidência da República". "Isso sempre esteve muito longe da minha imaginação. Não continua tão longe porque as pessoas me obrigam a pensar nisso. Durante muito tempo pensei que poderia ser presidente de Câmara", começou por explicar.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.