O príncipe William recebeu com satisfação a notícia sobre o início de uma investigação sobre como um jornalista da BBC, acusado de falsificar documentos, obteve a impactante entrevista de 1995 com a sua mãe, a princesa Diana, na qual esta falou sobre a ruptura do seu casamento.

A entrevista, vista por 22,8 milhões de britânicos, teve o efeito de uma bomba: a princesa, que morreu dois anos depois num trágico acidente de carro em Paris, disse que o seu casamento tinha "três pessoas", referindo-se à relação de Carlos com Camila Parker Bowles.

Vinte e cinco anos depois, o irmão da princesa, o conde Charles Spencer, acusou o autor da entrevista, o jornalista Martin Bashir, de ter falsificado documentos para conseguir convencer Diana. Com base na acusação, a BBC anunciou esta quarta-feira ter designado o ex-juiz do Supremo Tribunal John Dyson para realizar uma investigação externa.

"Esta investigação independente é um passo na direção certa", afirmou o príncipe William, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, em comunicado divulgado pelo Palácio de Kensington na noite de quarta-feira.

"Deve ajudar a estabelecer a verdade, após as ações que levaram à entrevista no 'Panorama' e às decisões tomadas por quem estava na BBC nesse momento", acrescentou.

Vinte e cinco anos depois, o irmão de Diana, o conde Charles Spencer, acusou o famoso jornalista Martin Bashir de ter falsificado documentos para conseguir convencer a princesa.

Charles Spencer afirmou que Bashir mostrou vários extratos de contas bancárias - que eram  falsos - para provar que os serviços de seguranças pagaram a duas pessoas para espiarem sua irmã. "Se não tivesse visto estas declarações, nunca teria apresentado Bashir à minha irmã", escreveu numa carta enviada à BBC, pedindo desculpas por estes métodos "desonestos".

"A BBC está decidida a chegar ao final desta questão e por isso temos em andamento uma investigação independente", disse o novo diretor-geral, Tim Davie.

A investigação vai examinar a conduta de Bashir, o impacto da entrevista a nível internacional e vai ainda analisar "supostos registros bancários". Também vai analisar o nível de conhecimento da BBC sobre o assunto e sobre a instituição que protegeu o seu jornalista a todo custo.

A entrevista com Diana, uma das maiores pessoas influentes do século XX, revelou a vida íntima da família real. O casamento tinha terminado em 1992, antes do divórcio oficial em 1996.

O príncipe Carlos, herdeiro da coroa britânica, casou com Camila numa discreta cerimónia civil em 2005.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.