Integrada na “Festa de Desaniversário” do CCB, o espetáculo serve de mote para uma programação que pretende colocar a criação artística em diálogo com a filosofia com crianças, refere a instituição lisboeta.

O Teatro do Silêncio lançará ainda a estreia faseada de oito curtas-metragens de animação, realizadas por Beatriz Bagulho e inspiradas no universo onírico das obras de Lewis Carroll “As Aventuras de Alice no País das Maravilhas” e “Alice do Outro Lado do Espelho”.

Destinado a maiores de 6 anos, “Paradoxos de Alice” não é uma adaptação das obras de Carroll para teatro, mas inspira-se nos mundos do “País das Maravilhas” e do “Outro Lado do Espelho” para criar um universo imersivo onírico e absurdo.

O espetáculo tem como criadores e intérpretes Leonor Keil e Gonçalo Alegria, que também é o responsável pela música e pela adaptação de vídeo a partir de curtas-metragens realizadas por Beatriz Bagulho e que também integram o espetáculo.

A criação do espaço cénico é de Pedro Silva, o desenho de luz de Artur Pispalhas e os figurinos de Miguel Bonneville. A direção do espetáculo e dos filmes é de Maria Gil.

“Paradoxos de Alice” está em cena no Pequeno Auditório do CCB na sexta-feira, às 19h00, e no sábado e domingo, às 11h00.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.