De acordo com o Lu.Ca, em comunicado, no monólogo “Não há duas sem três”, Catarina Requeijo “dá corpo às personagens criadas para os dois primeiros espetáculos da trilogia: Odete, a tia orgulhosa, Alfredo, o tio rezingão e Manuela, a sobrinha automobilista”.

“Desta vez, a família quase perfeita recorda uma atribulada ida à feira popular, que vai marcar as suas vidas para sempre”, revela o teatro.

“Não há duas sem três”, que estará em cena até 30 de janeiro, é a terceira parte de uma trilogia iniciada com “A Grande Corrida” (estreado em 2012) e “Muita tralha Pouca tralha” (estreado em 2017).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.