O ator Louis C.K., estrela da série "Louie" e um dos comediantes mais famosos da atualidade nos EUA, foi acusado de assédio sexual por cinco mulheres, revela uma investigação do jornal New York Times esta quinta-feira.

Rumores da iminente publicação já tinham levado ao cancelamento horas antes da antestreia do seu filme "I Love You, Daddy", bem como da participação no programa "The Late Show With Stephen Colbert".

Poucos minutos após a publicação da investigação, a distribuidora do filme anunciou que a sua estreia, prevista para dia 17, está sob "cuidadosa consideração". Uma sessão especial também está marcada para dia 22 no Lisbon & Sintra Film Festival.

O New York Times foi o mesmo jornal que publicou a 5 de outubro a primeira investigação sobre os alegados casos de assédio sexual envolvendo o produtor Harvey Weistein.

As acusadoras de Louis C.K. incluem o duo de comediantes formado por Dana Min Goodman e Julia Wolov, que alegadamente terão sido convidadas para irem ao quarto do ator após um espetáculo em Aspen (Colorado), em 2012.

Segundo o jornal, quando chegaram, ele perguntou-lhes se podia masturbar-se.

"E depois ele realmente fez isso. Tirou toda a roupa e ficou completamente nu e começou a masturbar-se", revelou Goodman.

A atriz Rebecca Corry também relatou a mesma história, que terá ocorrido quando apareceu com ele na gravação de episódio-piloto de uma série em 2005.

Outra das acusadoras,  Abby Schachner, recorda-se de ter ouvido Louis C.K. a fazer o mesmo durante uma conversa telefónica em 2003.

Uma quinta mulher, que quis manter o anonimato, diz que o ator também lhe pediu para o ver masturbar-se quando trabalhavam na produção do "The Chris Rock Show" no final dos anos 90.

A porta-voz afirmou ao jornal que Louis C.K.  "não vai responder a quaisquer questões" sobre as acusações.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.