Dick Van Dyke mostrou-se em grande forma e claramente pronto para manter o ritmo após passada a pior fase da pandemia nos EUA.

Para sempre ligado às séries "The Dick Van Dyke Show" (1961-1966) e "Diagnóstico: Assassinato" (1993-2001) e principalmente aos filmes "Mary Poppins" (1964) e "Chitty Chitty Bang Bang" (1968"), a lenda recebeu a equipa da CBS This Morning na sua casa e mostrou a sua rotina de exercícios, gabando-se de ainda continuar a dançar e cantar.

"Tenho 95 e muitos dos meus amigos não fazem isto. Portanto, para todos os tipos idosos por aí, oiçam-me, digo-vos isto: tem de continuar a mexer-se. Continuo a dançar! E a cantar", demonstrou.

Mary Poppins

Em 2018, o ator participou em "O Regresso de Mary Poppins", agora com Emily Blunt no papel de Julie Andrews, onde teve de fazer um complicado número de dança, revelando na reportagem que lhe deram três versões e escolheu a mais difícil para provar que conseguia fazê-la.

"Estou ansioso pelos 100. O George Burns conseguiu e também vou lá chegar", prometeu.

VEJA A REPORTAGEM.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.