As portas da Cidade do Rock voltam a abrir ao público para a nona edição do Rock in Rio Lisboa. O reencontro está marcado para os dias 18, 19, 25 e 26 de junho, no Parque da Bela Vista – local que acolhe o festival desde a sua primeira edição no país, em 2004 - com mais música, novos espaços e conteúdos, num total de 14 horas de experiências de entretenimento por dia.

Nestes 18 anos, mais de 2.570.000 pessoas passaram pela Cidade do Rock para assistir às atuações de mais de mil artistas, entre bandas, DJs, bailarinos e artistas de rua. Este ano, o festival regressa para lembrar que "o mundo vai ser nosso outra vez", celebrando a "vida ao vivo com dezenas de concertos, apresentações e performances live espalhados por 18 espaços de entretenimento, entre os quais sete palcos".

Além do Palco Mundo, por onde passarão os Muse, Duran Duran, a-ha, Black Eyed Peas, Ellie Goulding, Post Malone, Anitta, Jason Derulo, entre outros, o festival apresenta um novo Galp Music Valley, com um novo conceito e uma nova cenografia, trazendo para o presente os desafios das Cidades do Futuro. Aqui apresentam-se nomes como Ney Matogrosso, Izal, Linda Martini, The Black Mamba, António Zambujo, José Cid, Bárbara Tinoco, Iza, Moullinex & Xinobi, Mundo Segundo & Sam The Kid, entre tantos outros. É, também, aqui que se localizam as Somersby Pool Parties que vão animar (e refrescar) as tardes de verão, ao som de vários DJs.

ROCK IN RIO

Nova está, também, a Rock Your Street, que nesta edição é dedicada à pluralidade e  que vai receber concertos de Jupiter & Okwess, Bombino, Sara Correia, Esperança - Paulo Flores & Prodígio, Bruno Pernadas, Magdalena Bay, Omar Souleyman, Johnny Hooker, Titica, entre outros. Já no Palco Yorn vai "iluminar-se o talento dos bairros do país" - uma proposta repleta de nomes da cena urbana, com curadoria da Chelas é o Sítio – encabeçada por Sam the Kid – que levará a palco nomes como 9Miller, Eva RapDiva, Malabá e talentos emergentes oriundos de diferentes zonas.

Num mundo que já é digitalizado, o Super Bock Digital Stage, um palco verdadeiramente interativo, vai receber alguns dos maiores fenómenos do digital, desde os mais recentes – como TikTokers – a nomes que já eram virais antes de se usar essa expressão, como Toy. "Aqui haverá música, dança, muito humor, podcasts e, acima de tudo, criação de (muito) conteúdo, ao vivo", frisa a organização.

A tour pela Cidade do Rock ainda só vai a meio. Esta edição há um novo espaço que fará as delícias dos foodies – e não só. É no Continente Chef’s Garden que o festival “levanta a bandeira” da Alimentação Sustentável, reforçando o seu compromisso com o zero desperdício alimentar e com a aposta em produtos nacionais e sazonais e produtores locais. Há conceituados chefs portugueses a servirem menus especialmente criados para o festival – como Justa Nobre, Miguel Castro e Silva, Noélia Jerónimo e Vítor Sobral – mas também um palco (Chef’s Stage) onde "serão servidas largas doses de entretenimento com concertos, showcookings, DJ sets e momentos em que Ljubomir Stanisic sobe a palco para receber vários convidados e provocar conversas".

A oferta de restauração da Cidade do Rock não se fica por aqui e há mais 23 pontos de alimentação, 4 pontos de gelados, 4 pontos de café e 19 bares espalhados pelo recinto.

O Rock in Rio para lá dos concertos. Experiências a fazer nos dias de festival
créditos: Cláudia Lobo

Mas falar de entretenimento hoje em dia, é falar também de Gaming. Aquela que já é uma das mais relevantes indústrias volta a estar presente no festival com uma nova Game Square. Não faltarão jogos para todas as idades e feitios, desde áreas de experimentação retro, a propostas mais recentes, assim como um palco (Worten Game Stage) que vai receber alguns dos maiores nomes do panorama Gaming nacional.

A acompanhar tudo isto ainda há um ESC Online Sports Bar, uma nova Roda Gigante com cabines tematizadas e várias surpresas/prémios, o famoso Slide e o estreante Family Tour – um circuito de entretenimento a pensar nas famílias, com várias atividades para todos.

A área VIP, o Premium Club e os Rooftops complementam os espaços da Cidade do Rock, assim como os mais de 42 espaços de ativação de parceiros que todos os dias vão oferecer inúmeras atividades e brindes, com mais de 30 opções diferentes.

PALCO MUNDO

Ao passar o Pórtico Principal da Cidade do Rock, o Palco Mundo é para onde todos os olhares se viram, e onde atuam os maiores nomes da música nacional e internacional. Revestido por placas brancas concavas e convexas, de 4 metros x 1 metro, o Palco Mundo abre todos os dias às 17h00 terminando o último concerto à 00h30, permitindo assim a todos os que preferirem deslocarem-se de Metro no regresso a casa. 

No meio do relvado são visíveis duas housemix, com 60m2 cada, através das quais se controla o som, luz e vídeo de cada espetáculo que se apresenta no Palco Mundo. O cenário fica completo com oito torres de delay que se alinham pelo relvado, quatro das quais incluem follow spots que iluminam o artista.

palco mundo

Galp Music Valley 

O palco non stop da Cidade do Rock está de volta com uma nova cenografia. Inspirado nas Cidades do Futuro, pretende mostrar através do seu visual – com recurso a iluminação e tecnologia - como tudo está conectado traçando um paralelismo com o papel que cada um de nós pode ter no todo, e especialmente na construção de um futuro melhor.

"Com o objetivo de despertar consciências, este palco vem dar espaço a diversas vozes e diferentes visões, explorando conceitos, dicas e sugestões de atitudes urbanas, saudáveis e sustentáveis que estão na base das conversas que abordam as “cidades do futuro” – como transição energética e mobilidade sustentável", frisa o Rock in Rio.

A programação é non-stop, possível graças à combinação entre os concertos em palco e os DJ sets na área das Somersby Pool Parties. Com uma piscina em pleno recinto do festival, com bar e apoio de balneários, pela programação das Pool Parties passam mais de 20 DJ sets distribuídos por sete horas de música por dia, com várias surpresas, diferentes dinâmicas e muita interação com o público.

galp

Rock Your Street

A nova Rock Your Street chega ao Parque da Bela Vista para "celebrar a pluralidade e a diversidade, num espaço que vai muito além-fronteiras". "Trazendo a beleza das diferenças para a cenografia das suas casas - que se destacam em todo o recinto pelo jogo de cores e palavras néon, com uma mensagem diferente em cada uma das casas remetendo para o conceito de pluralidade – mas, também, para o lineup do palco e para as performances de rua, neste espaço vai viver-se um clima único de festa, onde o público vai poder vibrar ao som de alguns dos maiores e mais promissores nomes da world music", frisa a organização.

A rua compõe-se por 15 casas, destinadas a lojas das mais diferentes marcas.

No palco e nas atuações de rua, o lineup chega carregado de ritmos do mundo, com artistas oriundos de diferentes culturas – Portugal, República do Níger, República Democrática do Congo, EUA, Angola, Turquia, Paquistão, Síria, México, Brasil e Coreia do Sul.

rir

Palco Yorn 

O antigo palco Yorn Street Dance dá este ano lugar ao Palco Yorn, uma vontade antiga do Rock in Rio de aproximar Chelas – região que acolhe o festival desde 2004 – do resto da cidade, desmistificando estereótipos e preconceitos relacionados com os bairros do país ao iluminar o talento e mostrar o que têm de melhor.

Com uma cenografia completamente renovada e com uma nova programação que passa a incluir dois showcases e dois concertos por dia - além de manter momentos de dança e de interação com o público -, este palco conta com a curadoria da Associação Chelas é o Sítio, projeto liderado pelo artista Sam the Kid, combinando nomes mais consagrados e novos talentos, todos com uma ligação a um bairro português.

As atuações musicais serão intercaladas com performances de dança, com a curadoria da Jazzy Dance Studios, que levam a palco diferentes estilos de dança protagonizados por crews e bailarinos.

rir

Super Bock Digital Stage

Depois de uma estreia de sucesso em 2018, o Super Bock Digital Stage está de volta cheio de novidades e conteúdos inéditos, espelhando a evolução do mundo online e os novos desafios de um mundo digitalizado. Duplicando a sua dimensão (agora com cerca de 40 metros), a cenografia é inspirada no “fast forward” como uma alusão à velocidade da net.

Entre TikTokers, youTubers, humoristas, podcasts, concertos interativos e muito mais, os maiores fenómenos do online sobem ao palco mais digital da Cidade do Rock para vários momentos onde interatividade e interação são as palavras-chave.

Além do palco há, ainda, um Not So Secret Stage – um palco situado nos bastidores, onde ao longo dos quatro dias de festival vários produtores de conteúdo, influencers e celebridades digitais se encontrarão para celebrar o reencontro e alimentar os feeds das redes sociais com conteúdos exclusivos, onde o que acontece no backstage não ficará no backstage.

digital stage

Game Square

O universo mágico dos videojogos está de volta ao Parque da Bela Vista com a Game Square: um espaço dedicado ao universo do Gaming, com muitos jogos (dos mais retro aos fenómenos mais recentes), competições amigáveis, cosplayers, música, dança e as maiores estrelas gamers do país.

Este espaço conta com o Worten Game Stage - um palco ao ar livre,  dedicado ao universo gamer & fun, onde se apresentam nomes como Torres (Fourteen esports), RicFazeres, TJI, Zorlak, Impakt, Shikai, Diogo Valsassina, Daizer, entre muitos outros – uma Game Zone com diferentes jogos para todas as idades e perfis, desde os mais retro aos mais digitais; uma área de experimentação da OMEN by HP Experience, com mais de 20 computadores à disposição e uma Secret Arena da VALORANT, uma surpresa especial para todos os visitantes e fãs de videojogos.

rir

Continente Chef’s Garden 

É o novo espaço da Cidade do Rock que traz menus assinados por chefs portugueses (Justa Nobre, Miguel Castro e Silva, Noélia Jerónimo e Vítor Sobral), com pratos inspirados nos principais ecossistemas de Portugal – agricultura e pecuária, florestas, mar e rios.

Com capacidade para 400 lugares sentados com sombra, o espaço conta ainda com um palco - o Chef’s Stage - que combina música, entretenimento e alimentação sustentável. Aos comandos deste palco estará Ljubomir Stanisic, que assume o palco várias vezes ao dia para provocar o público com conversas relevantes em torno da alimentação e da sustentabilidade, com convidados especiais e entretenimento à mistura. A ele juntam-se bandas do Brands Like Bands, DJ sets e vários momentos de showcooking.

Chef’s Garden 

Family Tour

Horário: 12h00 às 20h00

A Family Tour é um circuito interativo que percorre toda a Cidade do Rock, no qual as famílias vão poder desfrutar de experiências mágicas e serviços adaptados ao público infantil nos dias do festival.

O percurso começa logo ao entrar no recinto, com as famílias a serem recebidas por animadores, seguindo-se uma passagem rápida pelo check-in, onde poderão obter todas as informações sobre o circuito, levantar credenciais personalizáveis para as crianças e descarregar a App do Rock in Rio.

"A partir daqui é possível encontrar três casinhas mágicas - David Bowie, Yellow Submarine e Esfinge -, espalhadas pela Cidade do Rock, alusivas ao mundo da música, com várias atividades ao ar livre para as famílias; muita energia na Rock Your Street com o concerto dos alunos do projeto School of Rock; o Galp Backstage Experience, para os mais novos se sentirem verdadeiras estrelas e o Backstage Lounge da Galp, para as famílias poderem recarregar baterias para o que ainda está para vir", adianta o Rock in Rio.

Recomendações gerais de saúde e bem-estar

O Rock in Rio recomenda que, além do Programa de Vacinação, incluindo a vacinação contra a COVID-19, atualizado, caso tenha algum problema de saúde e faça medicação regularmente, deve trazê-la consigo. Caso apresente algum sintoma compatível com COVID-19, é também recomendado um autoteste antes de se deslocar para o recinto do evento e, caso o resultado seja positivo, seguir as recomendações do SNS24.

"Considerando que o festival se realiza das 12h às 2h num parque natural, a organização recomendam ainda o uso de roupa fresca durante o dia e de casacos quentes à noite, calçado confortável, uso de protetor solar, chapéu ou lenço, bem como a ingestão frequente de água. Dentro do recinto, existe, inúmeros pontos de venda de alimentos e bebidas, essenciais para manter o equilíbrio natural do corpo", sublinha a organização.

App Oficial Rock in Rio Lisboa

Com a aplicação oficial do Rock in Rio Lisboa, os visitantes terão acesso ao line-up dos diferentes palcos, respetivos horários dos concertos, poderão ainda montar a sua própria agenda e obter ainda informações importantes sobre as diferentes experiências disponíveis.

"Feita a pensar nas horas imperdíveis de experiências que a Cidade do Rock proporciona desde cedo, todos os que estarão presentes na Cidade do Rock podem ir marcando as atividades que consideram imperdíveis, construindo já o seu circuito pessoal na aplicação que, no dia do evento, os lembrará de cada espetáculo/agendamento que fizeram", sublinha a organização.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.