O primeiro dia não foi suficiente para discernir por completo a essência do Festival do Crato. Ontem, decidimos aventurar-nos mais um pouco. Uma volta, mais uma e mais outra. São inúmeros os pontos de interesse no interior do recinto. Nós fizemos uma breve seleção e deixamos-te um roteiro para ficares a saber o que lá encontrar.

Ninguém que entre no Festival do Crato consegue ficar indiferente perante a heterogeneidade do público. As crianças não foram esquecidas. Para além dos insufláveis (que até a nós deixaram nostálgicos) e de alguns balões de hidrogénio que já sobrevoaram os concertos à noite, os pequenos podem disfrutar ainda das pinturas faciais e, quem sabe, tentar intimidar os pais com um rugido fantasiado.

Desenganem-se os que pensam que a diversão é só para os miúdos. Claro que nem todo o graúdo tem ousadia para se despir do seu ar mais sisudo e envergar as vestes da folia juvenil. Mas, para quem esteja já familiarizado com as lides da caça, não vai faltar oportunidade para afinar a pontaria. Obviamente que terão que se contentar com a virtualidade dos alvos que esvoaçam ao longo do ecrã. Bem, pelo menos estamos todos livres de perigo.

Bem-vindos ao Pernil no Espeto. Pela destreza e pela capacidade para tagarelar um pouco enquanto se trabalha, este é o caso mais indicado para se dizer que já são muitos anos a virar frangos. E não há nada melhor que se comer aquilo que se viu a ser cozinhado, não vá o diabo tecê-las.

Bafo é o nome perfeito para se dar a uma barraquinha quando se está no Alentejo em pleno Verão. Mas, quem aqui passa de relance pode não dar conta da variedade de "ofertas" e da multiplicidade de públicos-alvo que se podem atingir. Vejamos, para os portistas e sportinguistas, um shot de Sangue de Águia cai sempre bem. Até ao momento parece estar a resultar. Sanguessugas ou não, o certo é que os azuis e os verdes estão à frente dos vermelhos. Para quem é fã de outro tipo de desportos, que exijam idades menos avançadas, o Licor Viagra pode ser um bom complemento. Com isto tudo, íamos esquecendo a Sangria de Mirtilo...

O Crato não esquece as vítimas dos fogos que têm assolado o país nas últimas semanas. Uma bonita homenagem e um museu repleto de histórias de um corpo de bombeiros que já existe desde 1949.

Para quem não se entende com o rock, o reggae ou o pop, há sempre a hipótese de dar uns passinhos de samba mais atrevidos, seja sob efeito libertador da caipirinha ou não. A boa disposição, essa, é sempre garantida. Pena que não haja também uma praia tropical e uma água de coco. Vamos deixar a sugestão. Nunca se sabe o que nos espera no próximo ano.

Festivaleiros da pesada, esta é especialmente para vocês. Quem de nós não foi já para um festival e se esqueceu da escova ou da pasta de dentes em casa? O atum entranhado nos dentes não é coisa bonita de se ver. O Festival do Crato providencia-vos o espaço ideal para poderem refazer as pazes com a vossa higiene oral.

Fotografias por: Débora Lino

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.