Billie Eilish em Nova Iorque, Elton John em Paris, Demi Lovato em Los Angeles ou um espetáculo especial com a curadoria e produção do Rock in Rio com os artistas Alok, Liniker, Criolo e Mart’nália, no Rio de Janeiro: este sábado, dia 25 de setembro, durante 24 horas, um grande concerto global tentará chamar a atenção sobre as ameaças que afetam o planeta, um festival apoiado pela ONG Global Citizen.

Para as atuações ao vivo, o evento vai contar com Coldplay e Jennifer Lopez em Nova Iorque, Ed Sheeran, Black Eyed Peas em Paris e Adam Lambert em Los Angeles.

Além disso, o evento vai contar com atuações pré-gravadas em Seul, onde estará o grupo BTS, Kylie Minogue e Maneskin (grupo vencedor do festival da Eurovisão) em Londres, Andrea Bocelli na região da Toscana italiana, Metallica em Louisville (Estados Unidos) ou Ricky Martin de Las Vegas.

Também serão organizadas atuações noutras cidades, incluindo Madrid, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Joanesburgo, Lagos, Sydney ou Mumbai - para preencher todos os fusos horários do globo.

Personalidades como o príncipe Harry e a sua mulher, Meghan Markle, devem comparecer no concerto no Central Park em Nova Iorque.

Este "Global Citizen Live" (GCL) foi organizado por Hugh Evans, um australiano conhecido no mundo da filantropia, segundo o jornal New York Times.

A Global Citizen pretende convocar "os governos, grandes empresas e os filantropos para que trabalhem juntos na defesa do planeta e para vencer a pobreza, concentrando-se nas ameaças mais urgentes". "Perante a urgência climática, a luta contra as desigualdades e a volta à atividade mundial após a COVID-19, precisamos de uma mudança radical nos nossos modos de vida, repensar a nossa relação com a natureza, assim como nossa forma de produzir e de consumir", afirmou Anne Hidalgo, presidente de Paris.

O diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, apoiou a campanha da Global Citizen para denunciar uma "desigualdade flagrante" na vacinação, segundo um comunicado divulgado pelos organizadores do festival.

A Global Citizen organizou em maio a "Vax Live" em Los Angeles para estimular a vacinação contra a COVID-19.

Para Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio, “setembro marca o início de uma jornada que se prolonga até às próximas edições do festival, em 2022 tanto em Portugal como no Brasil". "Ao longo destes meses iremos reforçar temas relevantes pós-pandemia, sensibilizando as pessoas a agirem hoje por um futuro melhor. Essas conversas começam já com o Rock in Rio Humanorama, entre os dias 14 e 17 de setembro, passando pelo Global Citizen no dia 25 e seguindo-se mais novidades logo após esse momento, que em breve serão divulgadas”, remata.

Em Paris, Elton John irá atuar um pouco antes de uma cirurgia que o afastará dos palcos e adiará novamente a sua digressão mundial de despedida. "Participarei no Global Citizen em Paris, não poderia abandonar uma organização de caridade", afirmou recentemente o artista.

"Serão cinco canções, um trabalho físico muito diferente do que exigem as três horas de concerto a cada noite durante uma digressão, a viajar de país em país", completou Sir Elton.

As informações sobre o festival estão disponíveis no site e nas redes sociais da ONG (www.globalcitizen.org e @glblctzn no Instagram, Tik Tok, Twitter e YouTube).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.