A OSP será dirigida pelo maestro Pedro Neves, e o concerto intitulado “Paraísos Musicais”. Além da nova obra de Pinho Vargas, inclui ainda outra estreia, a da nova obra de Solange Azevedo, jovem compositora em residência, este ano, na Casa da Música, e a interpretação de “Vathek” (1914) e de "Paraísos Qrtificiais" (1910), de Luís de Freitas Branco (1890-1955).

Licenciado em História pela Universidade de Lisboa, Pinho Vargas fez o curso de Piano no Conservatório do Porto, que terminou em 1987, e completou o curso de Composição no Conservatório de Roterdão, nos Países Baixos, em 1990. Atualmente é professor coordenador de Composição na Escola Superior de Música de Lisboa e Investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

A jovem compositora Solange Azevedo, em residência artística na Casa da Música, nasceu em 1995, na Póvoa de Varzim. Artista multidisciplinar, o seu repertório como compositora inclui obras a solo, para música de câmara — com e sem música eletrónica —, para ensemble e para orquestra.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.