"Quo Vadis, Aida?" foi considerado o Melhor Filme Europeu de 2021 na cerimónia dos Prémios do Cinema Europeu que decorreu este sábado em Berlim.

Devido às regras de seleção, estavam nomeados títulos lançados em alguns países ainda em 2020: "Mais Uma Rodada", o Melhor Filme Europeu de 2020, viria a ser nomeado para vários Óscares e a ganhar a estatueta de Melhor Filme Internacional em abril de 2021, batendo... "Quo Vadis, Aida?".

Distinguido ainda pela realização de Jasmila Žbanić e a interpretação da atriz Jasna Đuričić, o filme da Bósnia e Herzegovina, visto nos cinemas portugueses em junho, coloca no banco dos réus a comunidade internacional e, em particular, os capacetes azuis das Nações Unidas, os seus funcionários e as suas decisões, por causa do massacre de Srebrenica em 1995, considerado a maior atrocidade cometida na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Ao aceitar o principal prémio da noite, Jasmila Žbanić recordou que o filme "é dedicado às mulheres e mães de Srebrenica".

Para Melhor Filme Europeu concorriam ainda "Titane" (vencedor da Palma de Ouro na mais recente edição de Cannes), "O Pai", de Florian Zeller (vencedor de dois Óscares), "Compartimento nº 6", de Juho Kuosmanen (Grande Prémio do Júri em Cannes), e "A Mão de Deus", de Paolo Sorrentino (Grande Prémio do Júri no Festival de Veneza).

Já "Nanu Tudor" ("O meu tio Tudor", em tradução livre), da realizadora moldava Olga Lucovnicova, coproduzido pela Universidade Lusófona e premiado no Festival de Berlim, venceu na categoria de Melhor Curta-Metragem Europeia. No trabalho de 20 minutos de pendor biográfico, a realizadora aborda uma situação de abuso vivida na infância, no meio familiar e sobre a qual guardou segredo durante vários anos.

Os Prémios do Cinema Europeu visam reconhecer a excelência dos filmes produzidos na Europa e são entregues anualmente pela Academia Europeia de Cinema, composta por cerca de 3.500 profissionais do meio.

Com a atriz e argumentista Annabelle Mandeng como anfitriã, a 34.ª cerimónia decorreu este sábado em formato híbrido em Berlim, após o agravamento da situação pandémica na Alemanha ter levado a organização a cancelar no início de dezembro um evento presencial, optando apenas pela participação dos apresentadores das categorias, alguns nomeados e homenageados com prémios de carreira.

A anfitriã Annabelle Mandeng com Petter Molvaer, prémio de Banda Sonora Europeia por 'Great Freedom'

Entre os vencedores dos prémios destaca-se ainda claramente "Flee - A Fuga", de Jonas Poher Rasmussen, nas categorias de Melhor Animação Europeia e Documentário Europeu, além do Prémio da Universidade Europeia: o filme do realizador dinamarquês Jonas Poher Rasmussen, que já recebera o prémio máximo do festival de Annecy e ainda a aguardar data de estreia em Portugal, centra-se na história verdadeira de um refugiado afegão, atual estudante universitário na Dinamarca, prestes a casar-se com o seu companheiro, que recorda a fuga do país de origem, quando ainda era criança.

No palmarés encontram-se também dois prémios para "O Pai", precisamente nas mesmas categorias que ganhara nos Óscares: Melhor Ator Europeu para Anthony Hopkins e Argumento Europeu (nos prémios americanos, venceu como Argumento Adaptado).

Flee - A Fuga

O PALMARÉS

FILME EUROPEU

"Quo Vadis, Aida?"

REALIZAÇÃO EUROPEIA

Jasmila Žbanić ("Quo Vadis, Aida?")

ATOR EUROPEU

Anthony Hopkins ("O Pai")

ATRIZ EUROPEIA

Jasna Đuričić ("Quo Vadis, Aida?")

ARGUMENTO EUROPEU

"O Pai"

DOCUMENTÁRIO EUROPEU

"Flee - A Fuga", de Jonas Poher Rasmussen

COMÉDIA EUROPEIA

"Ninjababy", de Yngvild Sve Flikke

ANIMAÇÃO EUROPEIA

"Flee - A Fuga", de Jonas Poher Rasmussen

DESCOBERTA EUROPEIA - PRÉMIO FIPRESCI

"Uma Miúda com Potencial", de Emerald Fennell

CURTA-METRAGEM EUROPEIA

"Nanu Tudor" (O Meu Tio Tudor), de Olga Lucovnicova

FOTOGRAFIA EUROPEIA

"Great Freedom"

MONTAGEM EUROPEIA

"Unclenching The Fists"

DIREÇÃO ARTÍSTICA EUROPEIA

"Natural Light"

GUARDA-ROUPA EUROPEU

"Ammonite"

CARACTERIZAÇÃO

"Titane"

BANDA SONORA EUROPEIA

"Great Freedom"

SOM EUROPEU

"The Innocents"

EFEITOS VISUAIS EUROPEUS

"Lamb"

PRÉMIO DE COPRODUÇÃO EURIMAGES

A produtora Maria Ekerhovd

PRÉMIO DA UNIVERSIDADE EUROPEIA

"Flee - A Fuga", de Jonas Poher Rasmussen

PRÉMIO DA ACADEMIA EUROPEIA DE CINEMA INNOVATIVE STORYTELLING

A antologia "Small Axe", de Steve McQueen

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.