"Recebemos uma queixa contra o realizador Kim Ki-Duk e a Procuradoria abriu uma investigação", disse à AFP o porta-voz de um dos procuradores do distrito central de Seul.

O porta-voz negou-se a fazer qualquer outra declaração sobre o caso.

Os agentes de Kim denunciaram acusações sem fundamento e informaram que pretendem divulgar um comunicado detalhado nas próximas horas.

De acordo com a agência sul-coreana Yonhap, uma atriz, cuja identidade não foi revelada, apresentou uma denúncia contra o cineasta, que acusa de lhe ter dado um estalo durante as filmagens de "Moebius", que estreou em 2013.

A atriz também acusa Kim Ki-Duk de ofensas e de a obrigar a filmar uma cena nua.

Kim Ki-Duk foi premiado em 2012 com o Leão de Ouro do Festival de Veneza pelo filme "Pieta" e com o Urso de Prata de melhor realizador em Berlim por "Samaritana" (2004).

Inicialmente, o filme "Moebius" foi proibido na Coreia do Sul por ser considerado obsceno mas as autoridades acabaram por permitir a estreia após o corte de algumas cenas polémicas.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.