Borat regressou para oferecer a sua filha ao vice-presidente norte-americano Mike Pence, com muitas confusões pelo meio, o o resultado está a ser um sucesso.

Esta terça-feira (27), a Amazon Studios anunciou que "Borat Subsequent Moviefilm" foi visto por "dezenas de milhões" de subscritores no seu fim de semana de estreia.

Sem divulgar números concretos, a plataforma optou por destacar como sinal de entusiasmo que mais de um milhão de fãs viram o filme durante uma festa de antestreia online na quinta-feira (22), que coincidiu com o debate presidencial entre Donald Trump e Joe Biden e contou com a participação da estrela principal, o comediante britânico Sacha Baron Cohen.

"Borat 2" e a cena comprometedora num quarto de hotel: Sacha Baron Cohen responde ao desmentido de Rudy Giuliani
"Borat 2" e a cena comprometedora num quarto de hotel: Sacha Baron Cohen responde ao desmentido de Rudy Giuliani
Ver artigo

O lançamento do filme esteve rodeado de grande atenção mediática e controvérsia, nomeadamente por causa de uma cena comprometedora com Rudy Giuliani, o advogado pessoal de Donald Trump.

A Associação Americana Cazaque também apelou à Amazon para cancelar o lançamento do filme, acusando-o de "racismo, apropriação cultural e xenofobia", mas o próprio Cazaquistão aproveitou para lançar uma nova campanha de turismo.

Em comunicado, a Amazon descreve que a sequela do filme de 2006 teve um "tremendo lançamento" e que "Sacha criou com maestria um dos filmes mais bem recebidos destes tempos sem precedentes - mostrando alguns dos melhores e dos piores de nós, envolvidos em momentos ultrajantes, uns atrás dos outros. Mas na sua essência, ‘Borat 2’ é uma história comovente de um relacionamento pai-filha e de afirmação feminina visto através de lentes histéricas e satíricas"

A Amazon Prime Video tem mais de 150 milhões de subscritores a nível mundial.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.