São 10 séries do universo "Star Wars", 10 séries da Marvel, 15 filmes e 15 séries de imagem real e de animação da Disney e da Pixar.

A lista de novidades para cinema e streaming anunciada esta quinta-feira (10) no Investor Day da Disney foi extensa, num encontro que revelou o número de subscritores atual do Disney+ em todo o mundo: 86.8 milhões.

Bob Iger

No encontro virtual apresentado por Bob Chapek e Bob Iger, foi ainda anunciada a disponibilização de uma nova área no serviço de streaming da Disney para conteúdos adultos Disney television studios, FX ou 20th Century que se chamará Star, que será lançada na Europa e outros mercados a 23 de fevereiro de 2021.

Com isto, também haverá um ajustamento para o valor da subscrição do Disney+, que passa a €8.99 por mês ou €89.99 por ano.

"Star Wars"

Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith (2005)

Após ter lançado a saga "Mulher-Maravilha" no cinema, Patty Jenkins vai ser a primeira realizadora da "galáxia muito, muito distante": vai estar à frente de "Rogue Squadron", o primeiro filme "Star Wars" desde o "Episódio IX - A Ascensão de Skywalker" (2019).

O filme focado numa nova geração de pilotos dos esquadrões que levará, de acordo com a Disney, "a saga para a futura era da galáxia", chegará aos cinemas no Natal de 2023.

Voltou a ser confirmado um outro filme "Star Wars", escrito e realizado por Taika Waititi ("Thor: Ragnarok", "Jojo Rabbit"), que já tinha sido anunciado a 4 de maio.

A minissérie "Obi-Wan Kenobi" também tem uma novidade que Ewan McGregor descreveu na apresentação como "a coisa mais bonita de todas": o regresso de Hayden Christensen como Darth Vader.

A história da produção para o Disney+ decorrerá dez anos após os acontecimentos do filme em que vimos o ator pela última vez, "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith" (2005), em que Anakin Skywalker, pai de Luke e Leia, passou para o Lado Negro da Força.

A caminho do Disney+ também estão duas séries de Jon Favreau e Dave Filoni inspiradas pela era em que decorre "The Mandalorian": "Rangers of the New Republic" e "Ahsoka", a segunda focada na muito popular personagem Ahsoka Tano, que voltará a ser interpretada por Rosario Dawson.

"A Droid Story" será um filme especial de aventuras que junta as equipas da Lucasfilm Animation e da Industrial Light & Magic para apresentar um novo andróide, que terá como mentores os lendários R2-D2 e C-3PO.

Outras séries a caminho nos próximos anos vão chamar-se "Andor" (de Tony Gilroy, com Diego Luna novamente como o espião rebelde Cassian Andor após o filme "Rogue One"), "Star Wars: Visions", "Lando" (focada em Lando Calrissian), "The Acolyte" e a animação "Star Wars: The Bad Batch", com esta última a ter direito a imagens de antecipação.

Lucasfilm

Não foram apenas novidades "Star Wars" que saíram da Lucasfilm.

Além de se manter a adaptação do cinema do livro "Children of Blood & Bone", de Tomi Adeyemi, anunciada pela presidente do estúdio Kathleen Kennedy em dezembro, foi confirmado que a rodagem do quinto filme "Indiana Jones" arranca na primavera de 2021 para chegar aos cinemas em julho de 2022, com o incontornável regresso de Harrison Ford e James Mangold a substituir Steven Spielberg na realização.

Apesar dos rumores persistentes em Hollywood, não foi anunciada a participação de Chris Pratt ("Guardiões da Galáxia").

Outro regresso, mas em série e para o Disney+, surge "Willow", que se passará décadas após o filme de Ron Howard de 1988 "Willow - Na Terra da Magia", regressando Warwick Davis como protagonista e umepisódio-piloto dirigido por Jon M. Chu (de "Asiáticos Doidos e Ricos").

Marvel

Quarteto Fantástico

Um plano muito ambicioso foi anunciado para o Universo Cinematográfico Marvel, tanto para os cinemas como para o Disney+.

Para o streaming estão confirmadas três novas séries: "Secret Invasion", com Samuel L. Jackson (Nick Fury) e Ben Mendelsohn (Skrull Talos em "Capitão Marvel"); "Armor Wars", com Don Cheadle (James Rhodes/War Machine); e "Ironheart", com Dominique Thorne como a genial inventora Riri Williams.

As novidades juntam-se a "Hawkeye" (com Jeremy Renner e Hailee Steinfeld, final de 2021); "She-Hulk" (com Tatiana Maslany, Mark Ruffalo e Tim Roth); "Moon Knight"; "Guardians of the Galaxy Holiday Special" (escrito e realizado por James Gunn); e "I Am Groot", várias curtas-metragens focadas em Groot.

Foram apresentadas novas imagens de "WandaVision" (disponível a partir de 15 de janeiro de 2021); "The Falcon and the Winter Soldier" (19 de março); "Loki" (maio); a série de animação "What If…?" (verão); e "Ms. Marvel" (último trimestre de 2021).

Para os cinemas, há novos filmes para juntar à lista conhecida formada por "Viúva Negra" (7 de maio de 2021), "Shang Chi and The Legend of The Ten Rings" (9 de julho), "Eternals" (5de novembro), "Doctor Strange In The Multiverse of Madness" (de Sam Raimi e com Benedict Cumberbatch, Elizabeth Olsen, Benedict Wong, Rachel McAdams e Chiwetel Ejiofor, a 25 de março de 2022); "Thor: Love and Thunder" (6 de maio de 2022), "Black Panther 2" (8 de julho de 2022), Blade", "Capitão Marvel 2" (11 de novembro de 2022) e "Guardiões da Galáxia Vol. 3" (2023).

A maior novidade é "Quarteto Fantástico", que será a entrada formal do realizador Jon Watts na Marvel após os dois filmes "Homem-Aranha" com Tom Holland na parceria com a Sony: ainda sem datas, a mais icónica família da Marvel chega ao Universo Cinematográfico após as duas versões falhadas dos estúdios 20th Century Fox.

"Black Panther": papel de Chadwick Boseman não será reformulado para a sequela
"Black Panther": papel de Chadwick Boseman não será reformulado para a sequela
Ver artigo

Foi ainda anunciado para 2022 o terceiro "Homem-Formiga", chamado "Ant-Man and the Wasp: Quantumania", novamente com o realizador Peyton Reed e os atores Paul Rudd, Evangeline Lilly, Michael Douglas e Michelle Pfeiffer, apresentando como novidades Kathryn Newton como Cassie Lang e Jonathan Majors como Kang, O Conquistador.

Em relação a "Black Panther 2", a Marvel indicou que não vai escolher outro ator para substituir Chadwick Boseman como T’Challa, focando-se antes da exploração do mundo e das personagens de Wakanda apresentadas no primeiro filme.

Christian Bale foi também confirmado oficialmente como o vilão Gorr em "Thor: Love and Thunder".

Disney

Raya e o Último Dragão

Entre as grandes notícias da conferência de investidores está que a animação "Raya e o Último Dragão" (2021) vai seguir o modelo da versão em imagem real de "Mulan", chegando ao mesmo tempo aos cinemas e ao Disney+ Premier Access a um preço "premium" de 29,9 dólares.

Para os cinemas, foram apresentadas novas imagens (não disponibilizadas online) de filmes como "Cruella" (com Emma Stone, 28 de maio de 2021), "Jungle Cruise - A Maldição nos Confins da Selva" (com Dwayne Johnson e Emily Blunt, 29 de julho de 2021), uma prequela de "O Rei Leão" e "A Pequena Sereia".

Já "Encanto", anunciado para novembro de 2021, terá músicas escritas por Lin-Manuel Miranda.

Mas as maiores novidades destinam-se ao Disney+, incluindo projetos que se arrastavam sem confirmação há muitos anos pelo estúdio pensados para os cinemas.

Há três que se destacam neste grupo: "Disenchanted", a sequela de "Uma História de Encantar" (2007) que trará Amy Adams de regresso como Giselle; o terceiro "Do Cabaré para o Convento" com Whoopi Goldberg, que também será produtora ao lado de Tyler Perry; e "Hocus Pocus 2", a sequela do clássico do Halloween "Três Bruxas Loucas", realizado por Adam Shankman e onde se espera o regresso, embora isso não tenha sido anunciado, das atrizes Bette Midler, Sarah Jessica Parker e Kathy Najimy.

Uma História de Encantar (2007)

A caminho do serviço de streaming estarão também novas versões de "Três Homens e um Bebé", com a presença confirmada de Zac Efron; e uma reinvenção racialmente diversificada de "À Dúzia é Mais Barato" com Gabrielle Union. Ambas foram anunciadas para 2022.

Será também no Disney+ que serão lançados filmes ambiciosos como a nova versão de "Pinóquio" realizada por Robert Zemeckis com Tom Hanks, e "Peter Pan & Wendy" com Jude Law como o Capitão Gancho e Yara Shahidi como Sininho.

Outra novidade é "Chip N’ Dale: Rescue Rangers", um filme híbrido entre imagem real e animação para a primavera de 2022 realizado por Akiva Schaffer com John Mulaney e Andy Samberg inspirado na série de animação do final dos anos 1980 que se chamou "Tico e Teco - O Comando Salvador" em Portugal.

Em preparação estão ainda novas abordagens em animação de importantes títulos da antiga 20th Century Fox: "Diário de um Banana"; um "spin-off" de "A Idade do Gelo" chamada "The Ice Age Adventures of Buck Wild" com Simon Pegg; e "À Noite, no Museu".

Vão chegar ainda as primeiras séries de animação da Walt Disney Animation Studios: "Baymax" (no início de 2022, inspirada por "Big Hero 6 - Os Novos Heróis"); "Zootopia+" (um regresso na primavera de 2022 ao mundo das personagens de "Zootrópolis"); "Moana, The Series" (novas aventuras em 2023 da personagem por cá conhecida por Vaiana); "Tiana" (também para 2023, inspirado pela protagonista de "A Princesa e o Sapo"); e "Iwájú" (uma série original em 2022 em colaboração com a Kugali Comics que se passará em Lagos, na Nigéria).

Em imagem real, estão em preparação séries sobre as personagens de Luke Evans e Josh Gad na recente versão de em "A Bela e o Monstro", uma reinvenção do clássico para toda a família "A Família Robinson" (1960) e, já anunciada anteriormente, nova adaptação dos livros "Percy Jackson e os Ladrões do Olimpo".

Da Disney Television Studios estão atualmente em rodagem quatro séries de comédia para estrearem no Disney+ ainda em 2021: "The Mighty Ducks: Game Changers", que continua a história dos filmes do início dos anos 1990, o primeiro dos quais se chamou "A Hora dos Campeões" em Portugal), com o regresso confirmado de Emilio Estevez, que será acompanhado por Lauren Graham ("Gilmore Girls"); "Turner & Hooch", uma comédia com Josh Peck como o filho de Tom Hanks do popular filme "Amigos e Detectives" (1989), com um novo parceiro canino; "Big Shot", com John Stamos como o treinador de uma equipa de basquetebol feminina; e "The Mysterious Benedict Society", com Tony Hale e Kristen Schaal, baseada nos famosos livros de Trenton Lee Stewart.

Pixar

Lightyear

A primeira série de animação original da Pixar vai chamar-se "Win or Lose" [Ganhar ou Perder, em tradução literal] e chegará ao Disney+ em fevereiro de 2023, centrando-se numa equipa infantil de softbol na semana que antecede um jogo: cada episódio de 20 minutos será contado da perspetiva de uma personagem diferente.

"Luca", a história da amizade entre Luca e o seu melhor amigo Alberto num verão inesquecível, será o próximo filme da Pixar a chegar aos cinemas: junho de 2021.

As novidades para as salas em 2022 são "Turning Red", de Domee Shi, que venceu um Óscar pela curta "Bao" (2018), sobre uma adolescente que além de ter de lidar com as situações próprias da idade, se transforma um gigantesco panda vermelho quando fica demasiado entusiasmada (filme previsto para 11 de março de 2022); e "Lightyear", de Angus MacLane, co realizador de "À Procura de Dory", centrada na história do jovem piloto com a voz de Chris Evans que um dia se tornará o herói que inspirou o brinquedo de "Toy Story" (17 de junho de 2022=.

As séries "Dug Days", "spin-off" centrado na personagem do cão de "Up - Altamente" (2009), e "Carros", em que as Lightning McQueen e Mater se fazem à estrada e encontram novas personagens e destinos, chegam ao Disney+ respetivamente nos outonos de 2021 e 2022.

Já disponíveis na plataforma estão os primeiros cinco episódios do documentário "Inside Pixar", com mais prometidos para os próximos meses. Em janeiro de 2021 chegam ainda as mini-curtas de "Pixar Popcorn" com personagens do estúdio.

Outros serviços

It´s Always Sunny in Philadelphia

Entre as séries documentais da National Geographic previstas para 2021 estão "Limitless With Chris Hemsworth" (criada pelo realizador Darren Aronofsky) e "Welcome to Earth" (título provisório", com Will Smith, além da quarta temporada da antologia "Genius", que se vai centrar em Martin Luther King, Jr..

Nos conteúdos para a plataforma americana Hulu que também ficaram disponíveis no novo serviço internacional Star estão uma nova série da família Kardashian (final de 2021), a série "Only Murders in the Building" que volta a juntar Steve Martin e Martin Short, ainda com Selena Gomez; "The Dropout", com Kate McKinnon a interpretar uma vigarista que existiu mesmo chamada Elizabeth Holmes; e "Dopesick", uma série dramática inspirada por acontecimentos verídicos com Michael Keaton, Peter Sarsgaard e Rosario Dawson.

"The Old Man", "American Horror Stories", "Platform", "Reservation Dogs" e "Y: The Last Man" são novas séries do FX que ficarão disponíveis no Star também em 2021.

Em desenvolvimento está ainda uma série baseada na saga de terror "Alien" do criador de "Fargo" e em fase avançada das negociações está "The Stones", uma série em duas temporadas sobre os Rolling Stones.

Quatro novas temporadas foram ainda anunciadas da série cómica de culto "It’s Always Sunny in Philadelphia" e uma nova versão da saga épica "Shogun".

No serviço Hulu, foi anunciado que a aclamada série "The Handmaid's Tale" ("A História de Uma Serva") vai ter uma quinta temporada (a quarta chegará em data a anunciar em 2021).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.