Um polícia maníaco que está sempre no seu limite e um outro bem mais tranquilo, que espera apenas a sua reforma chegar, tornam-se parceiros para lutar contra uma quadrilha de traficantes de drogas... foram quatro filmes "Arma Mortífera" entre 1987 e 1998, mas Mel Gibson e Danny Glover vão juntar-se para uma última aventura.

Após anos de avanços e recuos em Hollywood, a confirmação "oficial" de "Arma Mortífera 5" vem do realizador de todos os filmes da saga, Richard Donner, que também regressará para a despedida atrás das câmaras.

"Este é o último. É o meu privilégio e dever acabar com isto. Na verdade, é emocionante... É o último, prometo", revelou em entrevista ao jornal britânico The Daily Telegraph [acesso pago].

Em entrevistas separadas em julho e novembro, os dois atores já tinha indicado que estavam satisfeitos com a nova história, coincidindo na análise que tinha ressonância com acontecimentos da actualidade.

O envolvimento de Richard Donner por exigência da dupla baterá todos os recordes: aos 90 anos, será o realizador mais velho de sempre à frente de um "blockbuster" de ação de Hollywood.

O exemplo mais próximo, mas num género diferente, é Martin Scorsese, que fez 76 anos durante a rodagem de "O Irlandês", que terá custado entre 159 e 250 milhões de dólares à Netflix.

Já Clint Eastwood, também com 90 anos, tinha "apenas 84" quando realizou "Sniper Americano", o filme mais caro da sua carreira como cineasta: terá custado 59 milhões de dólares.

DANNY GLOVER, RICHARD DONNER, MEL GIBSON E RENE RUSSO JUNTOS NUMA HOMENAGEM AO REALIZADOR A 7 DE JUNHO DE 2017.

Com quatro filmes lançados entre 1987 e 1998, há mais de 13 anos que se fala num quinto filme, mas a ideia foi-se perdendo em Hollywood entre os problemas pessoais de Mel Gibson e a sua recusa em avançar sem Richard Donner.

Pelas presenças em encontros virtuais durante a pandemia, este mantém a vitalidade que o tornou um dos mais aclamados realizadores do cinema de ação entre as décadas de 1970 e 1990.

O estúdio também tentou desenvolver uma nova versão e chegou a pensar em Chris Hemsworth como sucessor de Gibson, num filme que seria realizado por Justin Lin (da saga "Velocidade Furiosa").

Finalmente, o melhor que se conseguiu foi uma série televisiva que durou três temporadas entre 2016 e 2019 com Damon Wayans e Clayne Crawford (este despedido e substituído no último ano por Seann William Scott).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.