La Mosquitera

(2010)
Real.: Agustí Vila.
Int.: Emma Suárez, Eduard Fernández, Martina García.
Local: Cinema São Jorge, 2 de novembro às 21h00 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 8 de dezembro às 16h00 (Porto)

Sessão de Lisboa com a presença de Emma Suaréz

Uma família acomodada, inequivocamente urbana, vive confinada num pequeno mundo que foi construindo à sua medida. Cada um dos seus membros luta por si só para salvar aquilo que lhes faz sentido. Luís atravessa a adolescência descobrindo ao seu redor mulheres e homens culpados e inocentes ao mesmo tempo.

Los Crímenes de Oxford

(2008)
Real.: Alex de la Iglesia.
Int.: Elijah Wood, John Hurt, Leonor Watling.
Local: Cinema São Jorge, 3 de novembro às 19h00 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 7 de dezembro às 21h30 (Porto)

Uma mulher idosa acaba de ser assassinada em Oxford e o seu cadáver é encontrado por dois homens que se encontram pela primeira vez: Arthur Seldom, um prestigiado professor de lógica, e Martin, um jovem que chegou à universidade na expectativa de estudar com o próprio Seldom. Quando percebem que esta é a primeira de uma série de mortes, anunciadas pelo assassino através de estranhos símbolos matemáticos, os dois vão tentar decifrar o código que se revela um enorme quebra-cabeças e onde nada é o que parece.

María e Yo

(2010)
Real.: Félix Fernández de Castro.
Local: Cinemateca Portuguesa, 3 de novembro às 21h00 (Lisboa); Fundação Serralves, 8 de dezembro às 21h30 (Porto)

Sessão de Lisboa com a presença de Miguel Gallardo, autor da BD em que se baseia o filme

Maria vive com a sua mãe, May, nas Canárias, a 3000km de Barcelona, onde vive Miguel Gallardo. Às vezes Miguel e Maria vão juntos de férias passar uma semana a um resort na ilha Gran Canaria, um cenário pouco comum que não sabe receber entre os seus hóspedes um pai só com uma filha de catorze anos, que sofre de autismo. Esta é a história de uma dessas viagens, e, principalmente, um relato original e cheio de humor, ironia e sinceridade sobre como se convive com uma deficiencia. Um filme a partir da obra de Miguel Gallardo.

80 Egunean

(2010)
Real.: Jon Garaño e José Mari Goenaga.
Int.: Itziar Aizpurua, Mariasun Pagoaga, José Ramón Argoitia.
Local: Cinema São Jorge, 3 de novembro às 22h30 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 8 de dezembro às 14h30 (Porto)

Axun é uma mulher de 70 anos que é chamada ao hospital para cuidar do ex-marido da sua filha, que sofreu de um acidente de carro. Quando lá chega, é surpreendida quando se dá conta que a mulher que trata do doente do lado é Maite, uma grande amiga de adolescência. Elas já não se encontravam há mais de 50 anos. As visitas ao hospital iria mostrar que que a relação próxima que elas tinham quando eram adolescentes ainda estava viva. A relação delas era muito especial há 50 anos atrás, mas agora os mesmos sentimentos surgiam. Elas divertiam-se e aproveitam a companhia uma da outra até Axun saber que Maite era uma lésbica assumida. Axun questiona os seus sentimentos por Maite. Quando eram novas a relação delas já era mais do que amizade? Qual é a linha que separa amizade de desejo? Agora que ela tem 70 anos, será que ela se atreve a passar esta linha ténue?

Retorno a Hansala

(2008)
Real.: Chus Gutierrez.
Int.: Farah Hamed, José Luis Garcia Pérez, Adam Bounaga.
Local: Cinema São Jorge, 4 de novembro às 18h30 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 5 de dezembro às 15h00 (Porto)

Quando um barco com imigrantes africanos afunda na costa espanhola de Algeciras, 17 corpos são encontrados. Martín, diretor de uma casa funerária local, é chamado para recolher os mortos, e repara que um deles guarda consigo o número de um telefone. O número pertence a Leila, marroquina que trabalha em Málaga. Tomada de culpa por ter incentivado o irmão a fugir para a Espanha, ela convence Martín, através de uma boa soma em dinheiro, a ajudá-la a repatriar o corpo do falecido. Juntos, os dois partem numa jornada em direção a Hansala, onde Leila terá de enfrentar sua família.

De Donde No Se Vuelve

(2008) Real.: Alberto García-Alix.
Local: Cinemateca Portuguesa, 4 de novembro às 20h30 (Lisboa); Fundação Serralves, 5 de dezembro às 21h30 (Porto)

Sessão de Lisboa com a presença de Alberto García-Alix

«De donde no se vuelve» é um vídeo experimental em que o fotógrafo Alberto García-Alix realiza uma viagem entre o passado e o presente da sua vida e obra. O presente chega-nos a través de um olhar subjetivo que passa pelas ruas de Pequim e da voz-off do autor que nos conduz a uma reflexão sobre fotografia e sobre a sua própria vida. O passado surge através de uma extensa e cuidada seleção de imagens da sua extensa obra fotográfica. O filme é, todo ele, acompanhado de uma banda sonora original que inclui temas de Tav Falco e Los Tigre Lillies. Uma obra entre a realidade e a ficção, um testemunho direto de um dos melhores artistas visuais da cena contemporânea espanhola.

Lo que Sé de Lola

(2010)
Real.: Javier Rebollo.
Int.: Lola Dueñas, Michaël Abiteboul, Carmen Machi.
Local: Cinema São Jorge, 4 de novembro às 22h00 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 6 de dezembro às 15h00 (Porto)

Sessão de Lisboa com a presença de Javier Rebollo e Lola Dueñas

León é um homem solitário que não trabalha nem se relaciona com ninguém. Só toma conta da sua doente mãe até que ela morra. Para romper com essa solidão, costuma roubar o correio, ouvir as conversas dos outros ou seguir os turistas. Um certo dia, Dolores, uma espanhola espalhafatosa instala-se na vizinhança e León fixa nela toda a sua atenção. Conhece os seus encontros, as suas tristezas, os seus altos e baixos e participa na sua vida sem ela saber. Ano após ano Léon vai escrevendo todos os pequenos detalles da vida quotidiana de Lola. Talvez um dia ela descubra que existe alguém que se tornou a sua sombra.

La Vergüenza

(2010)
Real.: David Planell.
Int.: Alberto San Juan, Natalia Mateo, Esther Ortega.
Local: Cinema São Jorge, 5 de novembro às 15h30 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 8 de dezembro às 21h30 (Porto)

Pepe e Lucia já não aguentam o Manu. Já tentaram de tudo, mas em vão: o garoto é demais para eles, não sabem o que fazer e decidem devolvê-lo. No entanto, logo se dão conta do preço que têm que pagar caso queiram levar o seu plano adiante.

18 Comidas

Real.: Jorge Coira.
Int.: Luis Tosar, Fede Pérez, Victor Fábregas.
Local: Cinema São Jorge, 5 de novembro às 17h45 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 5 de dezembro às 18h30 (Porto)

Quantas histórias podem acontecer durante uma refeição, um jantar, um almoço…? 24 personagens, 6 histórias, 18 refeições que nos permitem participar em alguns desses momentos que podem mudar uma vida. Seis histórias durante um único dia de ficção.

Bucarest, La Memòria Perdida

(2008)
Real.: Albert Sole.
Local: Cinemateca Portuguesa, 5 de novembro às 19h30 (Lisboa); Fundação Serralves, 8 de dezembro às 21h30 (Porto)

«Bucareste, A Memória Perdida» é um documentário sobre a memória e o exílio. Trata-se de um filme que narra a busca de Albert, jornalista nascido no exílio em 1962, e autor deste filme, que quer descobrir as suas raízes. O seu pai, o político espanhol Jordi Solé Tura, um dos país da Constituição Espanhola, viveu no exílio por causa da sua militância anti-franquista. Depois de uma vida repleta de experiências políticas e pessoais apaixonantes, atualmente Jordi vive outro exílio, desta vez sem possibilidade de retorno: a luta contra o Alzheimer. A sua memoria perde-se dia após dia. Este documentário pretende recuperar as memórias de personalidades e figuras históricas como Santiago Carrillo, Jorge Semprún, Manuel Fraga o Jordi Pujol, com histórias pouco conhecidas da luta contra o franquismo e a Guerra Fria. Para Albert, muitas destas experiências são vagas recordações de infância. Albert viajará entre um auxílio e outro, tentando repôr a memoria da sua família e construir a sua própria memoria.

Yo También

(2009).
Real.: Álvaro Pastor e Antonio Naharro.
Int.: Lola Dueñas, Antonio Naharro, Isabel García Lorca.
Local: Cinema São Jorge, 5 de novembro às 21h00 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 6 de dezembro às 21h30 (Porto)

Sessão de Lisboa com a presença de Antonio Naharro e Lola Dueñas

Daniel, um jovem sevilhano de 34 anos, é o primeiro europeu com síndrome de Down que obteve um diploma universitário. Começa sua vida Professional na administração pública onde conhece Laura, uma companheira de trabalho. Ambos começam uma relação de amizade que logo chama a atenção de seus colegas de trabalho e familiares. Esta relação se torna um problema para Laura quando Daniel se apaixona por ela. No entanto esta mulher solitária que rejeita as normas encontrará nele a amizade e o amor que nunca recebeu ao longo de sua vida.

Três Dias con la Família

(2010)
Real.: Mar Coll.
Int.: Nausicaa Bonnín, Eduard Fernández, Philippine Leroy-Beaulieu. (2009).
Local: Cinema São Jorge, 6 de novembro às 18h00 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 6 de dezembro às 18h30 (Porto)

Lea tem que viajar de repente para Girona onde o seu avô paterno acaba de falecer. É recebida pela família, que não vê praticamente desde que partiu para o estrangeiro. A morte do patriarca dos Vich i Carbo é a desculpa perfeita para forçar a convivência dos seus descendentes. Os três dias do velório, a missa e o enterro são bons momentos para observar o jogo de aparências de uma burguesia conservadora em que todos os problemas são evidentes mas nunca explícitos. Lea repele este mundo hipócrita que se adere à pele como um fato feito à medida.

Sólo Quiero Caminar

(2008)
Real.: Agustín Díaz Llanes.
Int.: Diego Luna, Victoria Abril, Ariadna Gil.
Local: Cinema São Jorge, 6 de novembro às 21h30 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 9 de dezembro às 18h30 (Porto)

Gloria, Aurora, Ana, a sua irmã e Paloma, fracassaram na sua tentativa de roubo, pelo que Aurora é detida e é presa. Enquanto isso, uns traficantes mexicanos chegam a Espanha e Ana, que ganha a vida como prostituta, é contratada pelo chefe do grupo, Félix, o qual lhe propõe que se case com ele e ir viver para o México. Ali, Gabriel, um homem aparentemente frio, encarregasse dos trabalhos sujos de Félix, mas com a condição de nunca magoar nenhuma mulher. Gloria visita Aurora na prisão para despedir-se: não tem outra saída do que ir viver para o México, onde Ana lhe arranjou trabalho nos negócios geridos pelo Félix. No México, Gloria apercebe-se dos maus-tratos sofridos pela Ana, ainda que esta viva numa jaula de ouro. Contudo, entre maus momentos e tareias, conseguiu planear o roubo com o qual se vingará: tem tudo perfeitamente planeado e controlado para que o golpe que vai aplicar ao Félix e ao seu grupo seja o definitivo e que as suas vidas possam mudar. Com a ajuda de Paloma, Aurora sai por fim da prisão e junta-se às suas amigas no México para levar a cabo o perigoso plano…

Monos como Becky

(1999)
Real.: Joaquín Jordá e Nuria Villazám.
Local: Cinemateca Portuguesa, 7 de novembro às 19h00 (Lisboa); Fundação Serralves, 7 de dezembro às 21h30 (Porto)

Há cerca de setenta anos um neurologista português chamado Egas Moniz assistiu a um congresso de psicologia em Londres. Nesse evento, um biólogo americano, o Dr. Fulton, apresentou uma chimpanzé de Nome Becky, que era um animal encantador.

Tambien la Lluvia

(2010)
Real.: Icíar Bollaín.
Int.: Gael García Bernal, Luis Tosar, Juan Carlos Aduviri.
Local: Cinema São Jorge, 7 de novembro às 21h30 (Lisboa); Biblioteca Almeida Garret, 5 de dezembro às 21h30 (Porto)

Sebastián é um realizador de cinema cujo objetivo é rodar um filme sobre Cristóvão Colombo, mostrando uma faceta mais obscura daquela apresentada pelos livros de história, caracterizando o explorador espanhol como fascista, prepotente e sovina. Por outro lado, o produtor do filme está apenas preocupado com que os gastos do filme não ultrapassem nem um centésimo o orçamento. Por isso, decidem filmar na cidade boliviana de Cochamba, mais barata que qualquer outra da América do Sul. Mas no dia em que as camaras começam a gravar, estoura uma onda de protestos dos moradores de Cochamba, contra a proposta de privatização da água corrente anunciada pelo governo local.

En Construcción

(2000)
Real.: José Luis Guerín.
Local: Cinemateca portuguesa, 7 de novembro às 21h30 (Lisboa); Fundação Serralves, 6 de dezembro às 21h30 (Porto)

A construção de um edifício no Bairro Chinês de Barcelona serve de contexto para criar um retrato fidedigno, despojado de superficialidade e belo de determinadas personagens que apenas nos são mostradas no seu presente, na sua luta do dia-a-dia.

Dos Cartas a Ana

(2010).
Real.: José Luis Guerín.
Local: Fundação Serralves, 5 de dezembro às 21h30 (Porto)

Com a presença de José Luis Guerín

Uma lenda fala de uma jovem grega triste porque o seu amante partiu para a guerra. A jovem cria a sua sombra na parede com a ajuda de uma vela e assim mantêm a ilusão de dormir com ele.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.