Que Hugh Jackman fica muito bem de smoking, já sabíamos de anos de antestreias e outras ocasiões importantes, incluindo a apresentação de uma cerimónia dos Óscares.

Agora, prestes a reformar o seu Wolverine, a estrela não colocou de parte a hipótese de envergar um smoking, pegar num martini e ser o próximo James Bond.

Em entrevista a um programa australiano, o ator confirmou o rumor de que há mais de 10 anos os produtores da saga James Bond o abordaram sobre a possibilidade de ser a personagem.

"Estava prestar a fazer "X-Men 2" e fiquei tipo "Ah, acho que não é a altura certa", foi a resposta na altura.

Era do conhecimento público que Hugh Jackman teria sido um dos candidatos ao papel em 2005, mas teria "perdido" para Daniel Craig.

Afinal, de acordo com esta afirmação do ator, não só terá sido ele a rejeitar a oportunidade como, uma vez que a rodagem de "X-Men 2" começou em junho de 2002, terá sido abordado antes de Craig e da estreia de "007 - Morre Noutro Dia", situando muito mais cedo a intenção dos produtores em substituir Pierce Brosnan.

Interrogado a seguir sobre se agora, aos 46 anos, já estaria interessado se chegasse a proposta, a resposta foi invulgarmente clara: "Ponderaria a sério".

O tema de quem vai ser o próximo James Bond tem sido discutido nas últimas semanas e entre os apostadores, Tom Hardy tornou-se um forte candidato.

"007 - Spectre" estreia a 5 de novembro.

Estas são as apostas mais fortes no espaço de apostas irlandês BoyleSports para ser o próximo 007.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.