«Os Vingadores» e
«Battleship - Batalha Naval» são exemplos de filmes norte-americanos que no ano 2012 estrearam uma semana antes no mercado europeu e asiático que no seu país natal. Numa altura em que a internet permite a divulgação de críticas e opiniões a grande velocidade, esta aposta permite minimizar no resto do mundo o efeito de uma eventual corrente de opinião negativa após a estreia do filme nos EUA, o que sucedeu no caso da segunda fita e é cada vez mais urgente em películas muito caras: «Battleship» foi um «flop» nos EUA mas a primeira semana em cartaz fora do país rendeu um pequena fortuna, o que permitiu que a catástrofe não fosse muito grande nas contas finais.

«Homem de Ferro 3» tem a vantagem de ter tido críticas universalmente positivas e abriu em cheio nos quatro primeiros dias em cartaz fora dos EUA: 195,3 milhões de dólares, 10 milhões acima de «Os Vingadores» e a segunda maior abertura de sempre de um filme da Marvel fora do país (
«Homem-Aranha 3» faturou 230,5 milhões em 2007).

Segundo o site BoxOfficeMojo, «Homem de Ferro 3» abriu na última semana em 79% dos territórios internacionais, incluindo Portugal, com os resultados principais a virem do Reino Unido, Coreia do Sul, Austrália, México, França, Brasil e Itália. Faltam ainda as estreias em países da dimensão da China, Rússia e Alemanha além, claro dos EUA, onde estreará a 3 de maio.

Em Portugal, de acordo com as informações do Instituto do Cinema e Audiovisual, o filme foi visto em quatro dias por 66.154 espetadores, a melhor performance do ano.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.