Jamie Lee Curtis regressa às origens e é a grande novidade de um novo filme da saga de terror "Halloween".

"O mesmo alpendre. As mesmas roupas. Os mesmos problemas. 40 anos mais tarde. De regresso a Haddonfield uma última vez para Halloween", anunciou a a atriz nas redes sociais com a primeira fotografia.

A personagem, Laurie Strode, volta para o que será "o confronto final com Michael Myers, a figura mascarada que a tem assombrado desde que ela escapou por pouco à sua matança na Noite das Bruxas há quatro décadas".

As palavras são do ator Danny McBride, que se juntou ao realizador David Gordon Green para trazer de volta a histórica saga de terror com a bênção do próprio John Carpenter, o criador do primeiro filme, de 1978, que em Portugal se chamou "O Regresso do Mal" e catapultou Jamie Lee Curtis para a fama, bem como um dos mais populares assassinos da história do cinema: o maníaco Michael Myers.

McBride disse que o novo filme não vai ser um "remake", mas antes "continuar a história de Michael Myers de uma forma realmente realista. E na nossa mitologia, estamos a focar-nos principalmente nos dois primeiros filmes e no que isso estabelece e depois para onde a história pode ir a partir daí".

Assim sendo, o novo filme vai ignorar o que se passou a seguir a "Halloween II - O Grande Massacre" (1981), nomeadamente "Halloween H20: O Regresso" (1998), que também prometia o "confronto final" entre Laurie Strode e Michael Myers, e ainda "Halloween - A Ressurreição" (2002), além dos outros títulos sem Jamie Lee Curtis.

John Carpenter vai ter um crédito como produtor-executivo, oferecendo quando necessário conselhos e feedback ao projeto, que chega aos cinemas a 19 de outubro de 2018.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.