Já passaram sete anos desde o filme mais recente ("Mapas Para as Estrelas"), mas finalmente os fãs de cinema recebem a notícia de um novo projeto de David Cronenberg e ainda mais têm mais uma razão para ficarem entusiasmados: será com Viggo Mortensen.

Recentemente, foi Mortensen que dirigiu Cronenberg como ator na estreia como realizador em "Falling - Um Homem Só", mas o que se anuncia é um novo capítulo de uma das mais célebres colaborações artísticas do século XXI.

Após "Uma História de Violência" (2005), "Promessas Perigosas" (2007) e "Um Método Perigoso" (2011), Viggo Mortensen confirmou inesperadamente que vai avançar um quarto projeto com o realizador de 77 anos.

"É algo que ele escreveu há muito tempo e nunca fez. Agora, ele refinou-o e quer filmá-lo. Temos esperança de fazê-lo este verão. Sem contar a história, diria que ele vai talvez voltar um pouco às suas origens", contou à revista GQ.

Questionado se isso significa um regresso ao cinema de terror de Cronenberg em que os corpos sofriam violações muito gráficas ou psicológicas como em "Os Parasitas da Morte" (1975), "Coma Profundo" (1977), "A Ninhada" (1979), "Scanners" (1981), "Experiência Alucinante" (1983) ou "A Mosca" (1986), Mortensen deixa mais pistas.

"Sim, é muito interessante. É quase como uma estranha história de filme noir. É perturbador e é bom, acho eu. Mas obviamente que ele evoluiu desde as suas origens em termos de técnica e autoconfiança como cineasta", esclareceu.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.