Antes da pandemia, a Disney era o maior defensor do lançamento dos filmes nas salas de cinema e no respeito pela sua "janela" exclusiva dos 90 dias.

Uma decisão lógica: só em 2019, o maior estúdio de Hollywood arrecadou uns inéditos 11,1 mil milhões de dólares de receitas de bilheteira em todo o mundo.

Mas com os cinemas fechados, a Disney lançou em setembro do ano passado a sua grande produção "Mulan" diretamente no seu serviço de streaming Disney+ com um preço "premium". Seguiram-se a animação "Soul" no Natal (sem pagamento extra) e "Raya e o Último Dragão" esta semana (a preço "premium").

E a decisão histórica que o presidente executivo descreveu em agosto de 2020 como "pontual" pode ter vindo mesmo para ficar: Bob Chapek acredita que as novas experiências que os vários estúdios estão a fazer para lançar os seus filmes durante a pandemia vão alterar definitivamente o negócio do cinema.

Até para o estúdio que mais ganha com as bilheteiras.

Raya e o Último Dragão

"Os consumidores provavelmente estão mais impacientes do que nunca, principalmente porque agora tiveram o luxo de um ano inteiro a ter os filmes em casa praticamente quando os querem. Portanto, não tenho a certeza que se possa voltar atrás", partilhou Bob Chapek durante uma entrevista na conferência da Morgan Stanley dedicada à tecnologia, media e telecomunicações.

Mas provavelmente para tranquilizar os parceiros das salas, acrescentou: "Mas certamente que não queremos fazer nada como cortar as pernas de uma exibição nos cinemas".

A palavra-chave do maior estúdio de Hollywood para a pós-pandemia parece ser "flexibilidade".

"Esta é uma situação fluida e é fluida por duas razões: o impacto de curto prazo da COVID no número de cinemas abertos e na vontade dos consumidores em regressarem. Mas também as mudanças básicas no comportamento do consumidor, que podem ser mais profundas. Estamos a analisar com muito cuidado para ver em quanto tempo essas preferências vão mudar. É por isso que falamos sobre flexibilidade com tanta frequência", explicou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.