Paul Rudd foi eleito o homem mais sexy da revista People de 2021.

O ator norte-americano de 52 anos é o 36º homem a receber a honra, anunciada na terça-feira à noite nos EUA durante o talk-show de Stephen Colbert, que lhe fez um exame completo para determinar se estava ao nível da distinção e confirmou que conseguia tornar todas as situações... sexy.

O Homem-Formiga no Universo Cinematográfico Marvel sucede no "cargo" a Michael B. Jordan, a estrela dos filmes "Creed" e que também conquistou um lugar de destaque para os fãs da Marvel como Killmonger, apesar de ser o vilão de "Black Panther".

Alvo de piadas há muitos anos por não "envelhecer" e praticamente estar igual desde o filme que o tornou popular, "As Meninas de Beverly Hills" (1995), na carreira do ator estão ainda títulos como "Romeu + Julieta" (1996), "Muito Mais Que Amigos" (1998), "Regras da Casa" (1999), "Wet Hot American Summer" (2001), "A Forma das coisas" (2003), "O Repórter: A Lenda de Ron Burgundy" (2004), "Virgem aos 40 Anos" (2005), "Um Azar do Caraças" (2007), "Nem Contigo... Nem Sem Ti!" (2007), "Um Belo Par... de Patins" (2008), "Modelos Nada Correctos" (2008), "És o Maior, Meu! (2009), "Tens a Certeza?" (2010), "O Idiota do Nosso Irmão" (2011), "Amor e Outras Cenas" (2012), "As Vantagens de Ser Invisível" (2012), "Aguenta-te aos 40!" (2012), "Isto é o Fim!" (2013), "Que Se Lixem As Notícias" (2013) e "Amizades Improváveis" (2016).

O seu próximo filme a chegar aos cinemas é o muito aguardado "Caça-Fantasmas: O Legado", a 25 de novembro.

As Meninas de Beverly Hills (1995)

Com o humor pelo qual é reconhecido, Paul Rudd reagiu à notícia sobre a 'honra' da distinção, ainda que saiba que vai ser 'arrasado' pelos amigos.

"Como devem. Era o que eu faria. Vou-me apoiar muito nisto. Vou assumir isto. Não vou ser do tipo 'Oh, sou tão modesto'. Vou mandar fazer cartões de apresentação. Mas todos os meus amigos me vão destruir e estou à espera que o façam. E é por isso que são meus amigos", comentou à revista.

As expectativas por se juntar a uma 'elite' também são grandes.

"Tenho a esperança de vir a ser finalmente convidado para alguns desses jantares sexy com [George] Clooney e [Brad] Pitt e [Michael] B Jordan. E acho que vou estar em muito mais iates. Estou animado por expandir a minha vida de iate. E provavelmente tentarei ser melhor a meditar sob uma luz realmente suave. Gosto de ponderar. Acho que isto me vai ajudar a tornar-me mais interior e misterioso. E estou ansioso por isso", assumiu.

Na semana passada, o tablóide Page Six tinha antecipado que Chris Evans era o escolhido e só tinha sido "ultrapassado" em 2020 por uma questão de "mau timing": algumas semanas antes, tinha partilhado involuntariamente uma foto nu com os seus 5,7 milhões de seguidores.

No caso de Paul Rudd, a esposa foi a única que ficou a saber que era ele o "homem mais sexy da revista People de 2021".

"Ficou estupefacta. Mas ela foi muito gentil sobre isso. Após alguns risos e choque, disse 'Ah, eles acertaram'. E isso foi muito gentil. Provavelmente ela não estava a dizer a verdade, mas o que é que ela ia dizer?", disse à revista.

A primeira personalidade distinguida nesta já longa tradição da revista People foi Mel Gibson em 1985. O mais velho foi Sean Connery em 1989, quando tinha 59 anos.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.