"Duncanville" é a mais recente animação do FOX Comedy, criada por Amy Poehler, Mike Scully e Julie Thacker-Scully e produzida pela NBC Universal. A série, que conta com as vozes de Amy Poehler, Ty Burrell e Rashida Jones, estreou-se esta semana em Portugal e vai para o ar nas tardes de segunda a sexta-feira.

Em conversa com o SAPO Mag, os criadores Mike Scully e Julie Thacker-Scully, que trabalharam em "Os Simpsons", revelaram como surgiu a ideia para "Duncanville"."Eu e o Mike sempre quisemos tentar fazer uma série de animação em torno de adolescentes. Um dia, recebemos uma mensagem da Amy Poehler a dizer: 'olá, vamos fazer uma série juntos?'. Da nossa parte, foi um 'sim' rápido. Depois estivemos um ano a debater ideias, personagens e coisas que queríamos ver na série... até chegar à ideia e às personagens que vão ver na série", explica Julie Thacker-Scully.

"O maior desafio de criar uma nova série é não copiar outras séries. Queres criar uma série que se pareça com outras séries animadas da FOX, como "Os Simpsons", "Family Guy" ou "Bob's Burgers", mas que também se destaque por si só. Portanto, isso é um desafio. Depois, a partir do momento em que tudo vai avançado, tentas expandir o universo da série e acrescentar mais personagens. O objetivo, o que queres, é escrever algo com que os espectadores se identifiquem, que quando estejam a ver a família de Duncan se lembrem um pouco da sua família, ou de alguém da sua família", confessa Mike Scully.

Duncanville

"Duncanville" é centrada em Duncan Harris, um adolescente de 15 anos, e nos dramas e aventuras que passa com os que o rodeiam. "Duncan é um rapaz peculiar que se debate com hormonas em fúria, pais embaraçosos, Annie (Amy Poehler) e Jack (Ty Burrell), e com paixão pela sua colega de turma, Mia (Rashida Jones), para além de viver à volta das suas histéricas fantasias e imaginação selvagem", resume o canal em comunicado.

Mas porquê uma série sobre um jovem de 15 anos? "O Mike foi instrutor de condução. Em todas as séries que fizemos juntos, nas histórias das nossas vidas, ele tem falar sobre conduzir", brinca a criadora. "Quando estávamos a pensar na personagem do Duncan, decidimos que os 15 anos era uma boa idade porque, nos Estados Unidos, pode-se obter uma licença de aprendizagem, o que significa que se pode conduzir acompanhado por um dos pais. É como ter liberdade, mas não ter realmente liberdade", acrescenta Mike Scully.

"A primeira temporada da série serve para apresentar todas as personagens e tentámos fazer coisas diferentes. No primeiro episódio, conhecemos uma rapariga chamada Mia, interpretada por Rashida Jones, e que será a primeira paixoneta de Duncan. Por isso, a história centra-se no Duncan e no que ele está disposto a fazer para a levar a um concerto, o que envolve roubar o carro dos pais. Coisas estúpidas que os adolescentes fazem quando estão apaixonados", resume o criador da série.

Duncanville

Além de Mia, durante a primeira temporada, vamos ainda conhecer a família mais próxima do protagonista. "A mãe, Annie, é uma segurança que sonha um dia vir a ser detetive, vive em perpétuo medo de que Duncan esteja apenas a uma má decisão para arruinar a sua vida e fará qualquer coisa ao seu alcance para o travar. Por outro lado, o pai, Jack, é um canalizador amante de rock clássico que está determinado a ser um melhor pai do que o que ele próprio teve. Para além disso, está constantemente a postar coisas maravilhosas sobre a sua família no Facebook (e fica chateado quando os seus filhos não querem ser 'amigos' dele)", avança o canal.

Para além da família Harris, “Duncanville” conta ainda com algumas personagens peculiares, como Mr. Mitch (Wiz Khalifa), o professor adorado e conselheiro escolar que é também (ocasionalmente) treinador de ginástica e enfermeiro; o seu estiloso amigo Yangzi (Yassir Lester); e o vizinho do lado, Wolf (Zack Cherry), um pouco descuidados e quase sem nenhuma supervisão parental. Duncan tem ainda duas irmãs, Jing (Joy Osmanski), de seis anos e Kimberly (Riki Lindhome), de 12 anos – que é estranha, emocional e consegue ser uma pessoa muito rancorosa e vingativa.

Duncanville

"Ambos aprendemos muito ao trabalhar em 'Os Simpsons'. A regra número um é que o público precisa de se interessar pelas personagens. Para além de rirem delas e de rirem com elas, têm de se preocupar. Por isso, tentamos garantir que cada episódio - mesmo que seja um pouco louco - tenha um pouco de emoção na história, que as personagens se preocupem umas com as outras", frisa.

Apesar de "Duncanville" só se ter estreado esta semana em Portugal, a série conta já com uma segunda temporada produzida. Segundo os criadores, a terceira parte da série de animação já está garantida e em desenvolvimento. "Já fizemos alguns episódios", avança Mike Scully.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.