"Tony", espetáculo de 45 minutos de Harry Hill e Steve Brown, deverá estar em cena entre 4 e 6 de fevereiro no Turbine Theatre.

A obra revisita a trajetória do ex-primeiro-ministro britânico (1997-2007) centrista, que durante os seus anos de estudante foi membro da banda de rock Ugly Rumours antes de se tornar o único trabalhista a levar o seu partido ao poder nos últimos 45 anos.

É "a história de um hippie de cabelo comprido, amante da paz, e potencial estrela pop que em duas décadas se tornou um belicista multimilionário", resume o teatro na sua apresentação.

Segundo os atores, o espetáculo é "uma tragédia hilariante, que mistura intriga política, religião, poder e romance, que toma liberdades com os factos".

A mulher de Blir, Cherie, e a princesa Diana, o seu famoso porta-voz Alistair Campbell, e também George W. Bush, Saddam Hussein e Osama Bin Laden aparecerão no espetáculo.

Blair, um reformista da "terceira via", que se tornou primeiro-ministro com apenas 43 anos, viu sua a reputação comprometida pela intervenção britânica no Iraque como parte da coalizão norte-americana.

Aos 67 anos, comanda uma fundação, o Instituto Tony Blair para a Mudança Global.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.