Segundo o TMC, em comunicado, em novembro a sala “acolhe um conjunto diversificado de espetáculos, com destaque para as disciplinas artísticas música, dança e teatro”.

A peça “Todas as coisas maravilhosas” sobe ao palco a 4 de novembro, às 21h30, um espetáculo interpretado por Ivo Canelas, que assume um caráter imersivo, em que o público é convidado a participar e aborda temáticas como “a depressão, o suicídio, a família e o amor”.

O Dia Municipal da Cultura, a 8 de novembro, é assinalado com “Vignette”, concerto de Daniel Bernardes, no piano, João Barradas, no acordeão, e Filipe Quaresma, no violoncelo, para protagonizarem um cruzamento entre a música erudita e o improviso.

O fadista Camané e o pianista Mário Laginha estão na Covilhã no dia 11 para apresentarem o projeto “Aqui está-se sossegado”.

A 18 de novembro é a vez de “Bate fado”, de Jonas & Lander, um “espetáculo híbrido entre a dança e o concerto de música”, com quatro bailarinos, quatro músicos e um fadista em palco, que se propõem articular o sapateado, a dança, a voz e as guitarras.

O TMC acolhe ainda três apresentações no âmbito do Festival de Teatro da Covilhã: a Companhia de Teatro de Braga e a companhia de teatro italiana AKRÒAMA, com a peça “O estrangeiro”, no dia 15; a Companhia Certa, com “Bichos, dia 22, e os Artistas Unidos, com “Europa”, dia 25.

Integrado na programação da companhia covilhanense ASTA – Associação de Teatro e Outras Artes - é apresentada no TMC “Maria coroada”, resultado de uma parceria com a Companhia João Garcia Miguel e Alma D’Arame.

Os bilhetes podem ser adquiridos na bilheteira do TMC e há descontos para maiores de 60 anos e menores de 30.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.