O concerto será o destaque das comemorações em toda a Big Apple que vão durar uma semana, disse de Bill de Blasio, democrata que está no seu último ano no cargo.

"Será uma festa em toda a cidade, um momento para declarar que Nova Iorque está de volta (...) Será uma semana incrível, memorável, única na vida" para "enfatizar que não existe nenhuma forma de parar Nova Iorque", frisou.

Segundo o presidente da Nova Iorque, 70% dos bilhetes para o espetáculo serão para pessoas já vacinadas.

A convocação dos artistas que vão atuar no concerto está a cargo do produtor musical nova-iorquino Clive Davis, de 89 anos, uma lenda do setor, revelou Bill de Blasio.

De acordo com o Times, oito grandes artistas vão dividir o palco durante três horas na data ainda provisória de 21 de agosto. A maioria das entradas vão ser gratuitas, embora haja lugares VIP pagos, acrescentou.

O concerto vai decorrer no Great Lawn do Central Park,  entre o Museu Metropolitano e o teatro Delacorte, onde o concerto histórico Simon & Garfunkel de 1981 foi realizado, atraindo cerca de 400 mil pessoas.

Carole King, Elton John, Diana Ross, Luciano Pavarotti, Beyoncé, Metallica e Neil Young também já atuaram no mesmo espaço.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.