Foi há mais de 20 anos, a 30 de agosto de 2003, que a TVI decidiu apostar numa série juvenil que viria a marcar gerações. Ao longo de nove temporadas e 2642 episódios, "Morangos com Açúcar" foram a companhia de milhares de jovens (e não só) e levaram para o pequeno ecrã os problemas do secundário, os dramas familiares e amores e desamores dos adolescentes. 

Para os millennials e geração Z, a produção do canal de Queluz de Baixo foi, certamente, a primeira série que viram na televisão. Mas nas últimas décadas tudo mudou: o conceito de série é outro (hoje é quase impensável apostar em uma temporada com 200 episódio, diários, sempre com hora marcada), as histórias dos jovens (do mundo em geral, na verdade) são diferentes e a exigência dos espectadores aumentou (as comparações com produções internacionais serão inevitáveis).

Veja o trailer:

Por isso, a TVI e Amazon Prime Video uniram-se para transformar "Morangos com Açúcar", sem nunca perder a sua essência que conquistou os espectadores entre 2003 e 2012.

O primeiro passo foi mesmo a parceria entre o canal de televisão linear e o serviço de streaming: na segunda-feira, dia 23 de outubro, os 10 episódios da primeira temporada estreiam-se na Prime Video; já a TVI, estreia um episódio todas as segundas-feiras, às 21h30. Duas possibilidades de consumir o conteúdo, de acordo com as preferências dos espectadores - uma maratona (binge-watching) ou esperar uma semana para descobrir o que se passa no Colégio da Barra?

Veja na galeria as imagens dos primeiros episódios:

O formato também é diferente. Na nova versão de "MCA" não teremos 200 episódios por temporada, mas apenas 10. Para já, o canal e a plataforma vão apostar em três temporadas, num total de 30 episódios (primeira e segunda parte do ano lectivo e férias de verão).

O que não muda é o ADN de "Morangos com Açúcar". O SAPO Mag viu os primeiros dois episódios, a convite da Prime Video, e todas as bases da série continuam lá, mas adaptadas à atualidade e à geração X e Alpha - não esperem uma espécie de 'revenge' para recordar os tempos do secundário. Não há espaço para nostalgia, apenas apenas para o presente.

As comparações com os 'antigos' moranguitos vão acontecer. Mas tudo mudou no Colégio da Barra - até o edifício da própria escola mudou. As novas personagens têm histórias mais aprofundadas e os temas abordados ao longo da temporada são mais diversos, não se ficando pelos amores e desamores de secundário - fala-se de bullying e cyberbullying, consumo de drogas, pressão dos pais, orientação sexual e problemas sociais.

"No Colégio da Barra... ou és influencer ou és invisível"

EPISÓDIO 1

Mas qual o ponto de partida? Como sempre, os 'novos' "Morangos com Açúcar" retratam o começo de um novo ano escolar no Colégio da Barra, onde os novos estudantes conhecem os antigos. Dois grupos são formados: o popular, os verdadeiros influenciadores; e os alternativos, que procuram novos caminhos e novas ideias.

"Todos partilham os mesmos dilemas e esperanças. Mas, os caminhos que tomam são bastante diferentes, criando assim um desenrolar de histórias individuais que se entrelaçam em direção a um futuro emocionante e cheio de possibilidades", resume a Prime Video.

E, claro, há sempre um par romântico protagonista. Na primeira temporada do reboot, Olívia (Madalena Aragão) e Miguel (Vicente Gil) lideram o elenco. "Conhecem-se uns dias antes do início das aulas, sem saber que vão ser colegas de turma, voltando a encontrar-se na Festa de Boas-vindas aos alunos do colégio", adianta a sinopse. O evento no colégio é o ponto de partida de toda a temporada.

EPISÓDIO 1

Claro, que o amor entre os protagonistas não poderia ser só um mar de rosas. No arranque da temporada, Miguel tem uma relação mais ou menos complicada com Gabi (Margarida Corceiro), a beta suprema da escola e que assume a liderança do grupo das populares - todas "davam tudo para ser suas escravas" porque, "o Colégio da Barra, ou és influencer ou és invisível".

Nos primeiros episódios, percebemos que Gabi não vai olhar a meios para conseguir tudo o que quer. E será difícil ninguém amar-odiar a personagem.

EPISÓDIO 1

Do lado masculino, Santiago Matoso (Rui Pedro Silva) - filho do Crómio, o diretor da escola - promete ser um dos aliados de Gabi e (talvez) um dos maus da fita - derrete corações, é egocêntrico, cruel, mas também consegue ser encantador.

"É emocionalmente descompensado, mas tenta esconder isso a qualquer custo. É o líder do popular grupo de influencers e irá disputar Olívia com Miguel, um jogo que muito lhe agrada. Tal como Miguel, ele pratica surf e a rivalidade entre os dois vem de longe", resume a TVI. O trabalho do ator para conseguir equilibrar as duas facetas - muitas vezes pelo olhar - merece um aplauso.

"Uma story maldosa e a tua vida inteira pode mudar"

O primeiro episódio arranca com a festa de 20 anos do colégio - há D'ZRT, claro. Mas o evento é marcado por uma aluna que é vítima de cyberbullying. "Uma story maldosa e a tua vida inteira pode mudar", frisa Kika (Beatriz Frazão), a autora do podcast "Morangos com Açúcar" e voz-off da série. Neste caso, é um vídeo íntimo de Carol, uma das personagens centrais da trama e que é interpretada pela estreante Ana Andrade, que promete ser uma das grandes revelações do elenco.

EPISÓDIO 1

Depois da situação, a jovem desaparece e surge a questão que promete marcar toda a temporada: quem partilhou o vídeo? Os suspeitos começam a surgir ainda nos primeiros dois episódios... mas, certamente, só teremos respostas no final da temporada - e todos vamos querer saber quem foi o/a culpado/a.

"Envergonhada com a situação foge da festa e, mais tarde, desaparece de casa. Este é o primeiro de uma série de desaparecimentos misteriosos, todos aparentemente ligados ao cyberbullying. Cada caso é precedido pela exposição de um segredo ou de uma fraqueza indescritível. Qualquer um deles pode ser o próximo a desaparecer e a tensão é constante. Aqueles que têm segredos comprometedores tentam escondê-los a todo o custo", resume a Prime Video.

Os regressos

EPISÓDIO 1

Além das novas personagens, há regressos, mas que assumem um papel mais secundário na história - à excepção, de Crómio... perdão, Valter Matoso (Tiago Castro), o diretor do Colégio da Barra. A personagem marcou os 'antigos' "MCA" e promete continuar a conquistar os espectadores - o ator transformou a personagem, mas sem nunca perder as suas características base e, certamente, a história (escondida?) será um dos grandes trunfos da temporada.

Já Soraia Rochinha (Rita Pereira) continua "chata", nas palavras de Crómio, e gosta de gritar com orgulho que é PAP. Sim, PAP: Presidente da Associação de Pais do Colégio da Barra. Nos primeiros episódios, percebemos que a personagem continua igual a si mesma, pressionando a filha Pipa (Mafalda Peres) a ser uma "beta boazona" para conquistar os meninos ricos.

Simão Navarro (Pedro Teixeira) também está de regresso. Depois da morte prematura de Ana Luísa (Cláudia Vieira) - sim, ficamos todos chocados com o final escolhido para a personagem -, o agora médico descarrega os seus traumas e problemas nos filhos, Miguel (Vicente Gil) e Duarte (Simão Fumega), o melhor aluno da escola, mas que também se vai envolver em muitos problemas.

Quem também está de volta é Zé Milho (Vítor Fonseca), que continua a ser professor de dança na escola.

Tudo mudou no Colégio da Barra (e não só)

EPISÓDIO 1

Quem viu os 'antigos' "Morangos com Açúcar" não pode esperar sentir o mesmo. Tudo mudou no Colégio da Barra e no mundo. As histórias são diferentes, os alunos não são os mesmos e nós, os espectadores, também mudámos.

O certo é que todos vamos sentir uma grande evolução. Os novos atores são muito mais experientes e o trabalho de preparação reflete-se me todas as cenas - da química entre Olívia (Madalena Aragão) e Miguel (Vicente Gil), ao olhar de bad boy de Santiago Matoso (Rui Pedro Silva), passando pela energia de Fred (Cláudio de Castro), todas as personagens têm bases sólidas para crescerem na história.

O trabalho de realização, fotografia, banda sonora ou pós-produção também promete surpreender. Tudo foi pensado ao detalhe e nada foi feito a correr - a dedicação a cada episódio é notória, algo que não era possível acontecer com 200 episódios por temporada.

EPISÓDIO 2

E ao contrário das primeiras reações ao trailer, "Morangos com Açúcar" e "Elite", da Netflix, têm apenas um ponto de partida em comum: a vida dos alunos do secundário. Porém, por coincidência, a série portuguesa e a sétima temporada da produção espanhola arrancam da mesma forma, com a divulgação de um vídeo íntimo de uma personagem. Mas tudo o resto é diferente.

Não sabemos como vão reagir os espectadores - a série tem um público-alvo, mas a audiência promete ser muito mais diversificada. Devido ao formato, "Morangos" deverá ter um caminho mais feliz na Prime Video - quem vê séries, prefere fazer maratonas e assistir aos episódios quando e one quiser, sem hora marcada -, mas a exibição na TVI pode ser um primeiro passo para uma reformulação da ficção no canal.

Os melhores momentos dos primeiros episódios

EPISÓDIO 1

Rosalía

Durante a apresentação dos novos alunos vindos de Espanha - Sancho (Oskar de la Fuente) e Puri (Victoria Oliver) -, Miguel (Vivente Gil) cita Rosalía ("Eh, Motomami") e o momento prova que os 'novos' "Morangos" são atuais, com expressões e referências do dia a dia e sem parecerem fatelas. A forma natural como o ator cita a cantora a reação dos colegas é 10 em 10.

D'ZRT

Não poderíamos pensar no regresso da série sem os D'ZRT. A banda faz uma pequena participação especial, onde há uma homenagem a David (Angélico Vieira).

Os alunos espanhóis

Sancho (Oskar de la Fuente) e Puri (Victoria Oliver) mudam-se para Cascais e vão estudar para o Colégio da Barra. A decisão de juntar ao elenco dois atores espanhóis é uma boa jogada e um piscar de olho ao mercado do país vizinho.

As frases da Kika

Nos primeiros dois episódios, Kika (Beatriz Frazão), a autora do podcast "Morangos com Açúcar" e voz-off da série, tem as deixas que prometem memes nas redes sociais: "No Colégio da Barra ou és influencer ou és invisível" ou "Uma story maldosa e a tua vida inteira pode mudar" são dois exemplos.

O vai e vem

No segundo episódio, na aula de Educação Física, há um exercício que todos (alunos e ex-alunos) vão recordar sem saudades: o vai e vem. Mais uma vez, um momento muito "relatable".

A nova temporada de "Morangos com Açúcar" estreia-se esta segunda-feira, dia 23 de outubro, na Prime Video e na TVI (21h30).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.