O festival volta a reunir quatro artistas e grupos divididos por duas noites no TAGV, em Coimbra, arrancando na sexta-feira, pelas 21h30, com Wax & Boogie, uma dupla de músicos com influências “de Kansas City, dos blues texanos e do rhythm n’blues dos anos 50”, afirmou a organização, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Na mesma noite, sobem ao palco os Portuguese Blues Reunion, um projeto que reúne Mário Laginha, Frankie Chavez e Budda Guedes, em que a ideia passa por dar “roupagens blues aos seus próprios temas”, salientou.

A segunda noite do festival arranca com um concerto de Alexander Dolgov & CEB Band, músico “fundador do movimento blues na Ucrânia, que vivia em Kharkiv”, referiu.

A noite termina com Sugar Queen, cantora e compositora norte-americana, de Chicago, que alia o blues ao gospel e jazz, sublinhou a organização.

O Coimbra em Blues é uma coprodução entre a Trovas Soltas e o TAGV.

O bilhete para cada noite custa 18 euros.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.