Pesquisar Cartaz

Atualidade

Notícias

«Swans», de Hugo Vieira da Silva, no Forum do Festival de Berlim

O realizador de «Body Rice» verá a sua nova longa-metragem, «Swans», ter estreia mundial na secção mais experimental da Berlinale.

A longa-metragem «Swans», do realizador português Hugo Vieira da Silva, foi seleccionada para o Fórum do 61º Festival Internacional de Cinema de Berlim, anunciou hoje a direcção do certame, que decorre entre 10 e 20 de Fevereiro.

O filme de Hugo Vieira da Silva passará em Berlim em estreia mundial e conta a história de um pai que viaja até Berlim com o filho adolescente para este conhecer a mãe que está em coma num hospital, o que acaba por provocar a confrontação do pai com um passado obscuro.

A obra mais recente de Hugo Vieira da Silva, que vive há vários anos na capital alemã, «evoca uma atmosfera entre o desejo e o anonimato, o receio da proximidade pessoal e a proximidade da morte», escreveu o site especializado «The Match Factory».

O Fórum do festival de Berlim, que decorre este ano entre 10 e 20 de Fevereiro, é considerado a secção mais experimental do festival e costuma seleccionar filmes de vanguarda, ensaios e reportagens políticas de cineastas relativamente desconhecidos.

Trata-se de uma secção na qual não são atribuídos prémios oficiais da Berlinale, mas onde há numerosos júris independentes a distinguir os trabalhos exibidos.

Hugo Vieira da Silva chamou a atenção dos cinéfilos internacionais com a sua primeira longa-metragem, «Body Rice», de 2006, com que ganhou o prémio de melhor realizador no Festival de Cinema de Buenos Aires (BAFICI) e da Cidade do México (FICCO), e ainda uma menção honrosa na competição oficial do Festival de Locarno.

Nascido no Porto, o realizador português estudou Direito na Universidade Católica, antes de se transferir para a Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa, onde se licenciou em 1999.

SAPO/Lusa

Comente esta história ↓ ou leia outros artigos...

Alguns artigos relacionados

Neste Artigo

Pessoas neste artigo

Partilha

siga o sapo cinema nas redes

Comentários

No Facebook

Trailers

Água Prateada - Um Auto-Retrato da Síria

Na Síria, todos os dias, youtubers filmam e depois morrem; outros matam e depois filmam. Em Paris, levado pelo meu incansável amor pela Síria, apercebo-me de que só consigo filmar o céu e montar o material publicado. Do interior da tensão entre a minha alienação em França e a revolução, aconteceu um encontro. Uma jovem curda de Homs começou a falar no chat comigo, e perguntou-me:...

Ficha de Filme