Pesquisar Cartaz

Atualidade

Notícias

Festival de Berlim com 16 filmes em competição homenageia iraniano Jafar Panahi

Werner Herzog, Wim Wenders e os irmãos Coen são alguns dos cineastas presentes na 61ª edição do Festival Internacional de Cinema de Berlim, que arranca a 10 de Fevereiro e ficará marcado pela homenagem ao realizador iraniano Jafar Panahi.

O 61º Festival Internacional de Cinema de Berlim, que decorre entre 10 e 20 de Fevereiro, terá 22 filmes na competição oficial, seis dos quais extra-concurso, e ainda duas exibições especiais, comunicou hoje a direcção do certame. Ao longo dos dez dias de festival, serão exibidos 385 filmes, divididos por sete secções: Competition, Panorama, Forum, Generation, Perspektive Deutsches Kino, Berlinale Shorts e Retrospective.

Em solidariedade com o realizador iraniano Jafar Panahi, condenado no seu país a seis anos de prisão por causa de um filme que ainda nem tinha acabado de rodar, será exibido a 11 de Fevereiro, dia da Revolução Iraniana, a sua obra «Offside». Panahi tinha sido convidado para integrar o júri do festival, que irá ter simbolicamente uma cadeira vazia à sua espera.

Na outra sessão especial, será apresentado, em formato 3D, no Berlinale Palast, na Potsdamer Platz, o filme «Cave Forgotten Dreams», do realizador alemão Werner Herzog. Também em 3D, será exibido extra-concurso o filme «Pina», de Wim Wenders, uma homenagem à coreógrafa alemã Pina Bausch.

Os vencedores do Urso de Ouro do festival e dos Ursos de Prata para o Melhor Actor ou Melhor Actriz, nomeadamente, serão anunciados na gala marcada para 19 de Fevereiro.

O festival abre a 10 de Fevereiro, com a exibição de «Indomável», dos irmãos Joel e Ethan Coen (EUA), apresentado extra-concurso, e encerra a 20 de Fevereiro, com nova mostra de todos os filmes da competição, em sessões destinadas exclusivamente ao grande público.

Os filmes da competição oficial da Berlinale 2011 são os seguintes:

- «A Torinói Ló» (The Turin Horse), de Béla Tarr (Hungria).

- «El Premio», de Paula Markovitch (México).

- «Jodaeiye nader az Simin» (Nader and Simin, A Separation), de Asghar Farhadi (Irão).

- «Les Contes de la Nuit», de Michael Ocelot (França).

- «Margin Call», de JC Chandor (EUA).

- «Saraghanda, Saranghaji Anneunda» (Vem Chuva, vem Sol), de Lee Yoon-ki (República da Coreia).

- «Schlafkrankheit» (Sleeping Sickness), de Ulrich Köhler (Alemanha).

- «The Forgiveness of Blood», de Joshua Marston (EUA).

- «Um Mundo Misterioso», de Rodrigo Moreno (Argentina).

- «V Subbotu» (A Um Sábado), de Alexander Mindadze (Rússia).

- «Bizim Bijyiik Caresizligimiz» (Our Grand Despair), de Seyfi Teoman (Turquia).

- «Coriulanus», de Ralph Fiennes (Grã-Bretanha).

- «Oden», de Jonathan Sagall (Canadá).

- «The Future», de Miranda July (EUA).

- «Wer wenn nicht wir» (If Not Us, Who), de Andres Veiel (Alemanha).

- «Yelling To The Sky», de Victoria Mahoney (EUA).

Exibições especiais:

- «Cave Of Forgotten Dreams», de Werner Herzog(Alemanha).

- «Offside», de Jafar Panahi(Irão).

Extra-concurso:

- «Almania/Willkommen in Deutschland», de Yasemin Samdereli (Turquia).

- «Les Femmes du 6ème Etage», de Philippe Le Guay (França).

- «Mein bester Feind» (My best enemy) de Wolfgang Murnberger (Áustria).

- «Unknow», de Jaume Collet-Serra (Espanha).

- «Pina», de Wim Wenders (Alemanha).

- «Indomável», de Joel e Ethan Coen (EUA).

SAPO/Lusa

Comente esta história ↓ ou leia outros artigos...

Alguns artigos relacionados

Partilha

siga o sapo cinema nas redes

Comentários

No Facebook

Trailers

A Dois Passos do Estrelato

Neste novo filme do documentarista Morgan Neville, revela as histórias das vozes que se escondem nos coros de ídolos tão célebres como Bruce Springsteen, Stevie Wonder ou Ray Charles. Para além de revelar as caras que se escondem por trás destas extraordinárias vozes, o filme recorre aos depoimentos de músicos tão célebres como Mick Jagger, Sheryl Crow ou David Bowie, por exemplo.

Ficha de Filme